Luiz Marinho é inocentado em ação sobre licitação do Museu do Trabalhador em SBC

/ Por Agência Rede PT Ribeirão

Ricardo Matsukawa/UOL

Luiz Marinho é inocentado em ação sobre licitação do Museu do Trabalhador em SBC

O próprio Ministério Público Federal, em seus memoriais finais, pugnou pela absolvição de Marinho e do Secretário de Cultura, Osvaldo de Oliveira, por falta de provas

A Justiça Federal inocentou o ex-prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho e outras 15 pessoas pela suposta fraude à licitação da obra de construção do Museu do Trabalho e do Trabalhador, entre 2011 e 2012.

 

A decisão foi do juiz federal substituto Leonardo Henrique Soares, da 3ª Vara Federal de São Bernardo do Campo. O próprio Ministério Público Federal, em seus memoriais finais, pugnou pela absolvição de Marinho e do Secretário de Cultura, Osvaldo de Oliveira, por falta de provas.

 

O magistrado destacou na decisão que a empresa CEI foi criada para ‘ludibriar’ os credores da Coneng, empreiteira envolvida no caso. Segundo ele, ela foi criada em 2007, antes da eleição de Marinho à Prefeitura de São Bernardo do Campo.

 

“O órgão acusatório não logrou demonstrar sequer que os empresários e os agentes públicos denunciados se comunicassem previamente e/ou no curso da licitação no sentido de articular a atividade criminosa, dentro ou fora dos respectivos ‘núcleos’, não havendo indício algum nos autos de que a vitória da CEI no certame tenha sido combinada também com as demais licitantes – BSM, SQUADRO, CELl e CONTRACTA, nem mesmo a SIMÉTRICA”, enfatizou o juiz.

---
Secretaria de Comunicação do Partido dos Trabalhadores de Ribeirão Preto
Receba nossas notícias pelo Telegram Seja Companheiro, faça sua doação ao PT de Ribeirão Preto

Comentários

Ainda não há comentários nesta notícia. Seja o primeiro!