Em São Paulo, 60 mil pessoas vão às ruas pela democracia

/ Editor: José Alfredo | Agência Rede PT Ribeirão
Receba nossas notícias pelo Telegram

foto: Paulo Pinto/ Agência PT)

Em São Paulo, 60 mil pessoas vão às ruas pela democracia

Mais de 90 mil manifestantes participam dos atos em toda a região Sudeste

O protesto em defesa da democracia e dos direitos sociais conquistados nos últimos 13 anos mobilizou cerca de 60 mil pessoas em São Paulo, reduto histórico do PSDB, nesta quinta-feira (20). De acordo com a Central Única dos Trabalhadores (CUT), a estimativa foi feita pela Polícia Militar do Estado.

 

Aproximadamente 12 mil pessoas também estão nas ruas em Belo Horizonte (MG), informou a CUT. “Que os ricos paguem a conta”, defendem os manifestantes, concentrados na Praça Afonso Arinos.

 

O estado foi governado por tucanos por 12 anos, oito deles por Aécio Neves (PSDB). Na última eleição, os mineiros romperam o ciclo ao eleger Fernando Pimentel (PT) como governador. Houve mobilização também na cidade mineira de Uberlândia.

 

A presidenta da União Nacional de Estudantes (UNE), Carina Vitral, participou do ato em São Paulo. “Essa passeata é diferente da que aconteceu no dia 16. Aqui está o povo brasileiro”, declarou, de acordo com a CUT.

 

“Este é o momento importante para a construção de projeto para o Brasil”, defendeu o presidente da CUT, Vagner Freitas, durante ato na capital paulista.

 

O líder do Movimento dos Trabalhadores sem Teto (MTST), Guilherme Boulos, afirmou que os movimentos estão nas ruas para impor a agenda do povo. “O bloco do povo entrou em campo nos quatro cantos do Brasil”, disse.

 

Em Ribeirão Preto (SP), integrantes da CUT e do Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra (MST) distribuíram 4 mil coxinhas de frango a quem participou do ato da tarde desta quinta-feira (20), no centro da cidade paulista.

 

“Povo na rua, coxinha recua”, gritam os manifestantes no Centro do Rio de Janeiro (RJ). De acordo com a CUT no estado, aproximadamente 20 mil participantes saíram da Candelária em direção à Avenida Rio Branco.

 

Os manifestantes seguravam faixas com palavras em defesa de direitos dos trabalhadores, contra o impeachment da presidenta Dilma Rousseff e contra a corrupção.

 

Um palco foi montado na Cinelândia, onde haverá apresentações depois da caminhada.

 

A manifestação em Vitória (ES) contou com apresentações de música, como o hip-hop. Cerca de 200 pessoas participaram do ato, organizado por 30 entidades, com passeata da Praça Costa Pereira até o Centro.

---
Rede PT Ribeirão Seja Companheiro, faça sua doação ao PT de Ribeirão Preto

Comentários

Ainda não há comentários nesta notícia. Seja o primeiro!