Brasileiros reforçam, nas ruas, que não aceitarão golpe contra a democracia

/ Editor: José Alfredo | Agência Rede PT Ribeirão
Receba nossas notícias pelo Telegram

foto: Paulo Pinto/ Agência PT

Brasileiros reforçam, nas ruas, que não aceitarão golpe contra a democracia

Brasileiros saíram às ruas, durante toda a quinta-feira (20), em 25 estados e no Distrito Federal. Além disso, militantes fizeram mobilização pelas redes sociais com a tag #BrasilDaDemocracia

Brasileiros em todo o país foram às ruas em defesa do mandato da presidenta Dilma Rousseff e da democracia, durante toda esta quinta-feira (20). Participaram dos atos movimentos sociais, militantes de vários partidos e sindicatos. Houve também reivindicação por mais direitos e contra a tentativa de golpe que é instigada pela oposição. As manifestações ocorreram em 25 estados e no Distrito Federal.

 

Em São Paulo, a marcha teve início na Avenida Rebouças e seguiu em direção à Avenida Paulista. Por volta das 20h30 o número de pessoas, segundo os organizadores, chegou a 70 mil. O presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), em entrevista ao site da entidade, avaliou que o ato marca “o fim do terceiro turno”.

 

“Vamos encerrar o terceiro turno e pensar no Brasil. Que tenhamos uma política econômica voltada para o desenvolvimento, que ajuste fiscal não seja uma política de governo e que o país invista em políticas públicas”, disse ao portal da CUT.

 

A concentração no Rio de Janeiro ocorreu no centro da cidade, na Candelária. O senador Lindbergh Farias (PT-RJ), pelo Facebook, descreveu como foi o ato na cidade.

 

“Nosso Rio de Janeiro foi tomado hoje pela coragem dos trabalhadores e dos movimentos sociais, que se uniram para defender a democracia e lutar contra qualquer retrocesso. Há tempos eu não via uma mobilização tão grandiosa como a que presenciei hoje, junto às mais de 20 mil pessoas que caminharam da Candelária à Cinelândia, para reforçar o coro em combate à manipulação mesquinha que atenta contra a liberdade e soberania do nosso povo”, declarou o senador petista.

 

O ex-presidente da república, Luiz Inácio Lula da Silva reforçou pelo Facebook que as manifestações são reflexo da democracia.

 

“Num país democrático, a diversidade de opiniões e posições políticas deve ser respeitada. Por isso, uma série de movimentos progressistas está nas ruas hoje defendendo pautas diversas, a tolerância e a democracia”, disse Lula.

 

Em Brasília, os manifestantes ocuparam diversos pontos da cidade para protestar, entre eles a Rodoviária da capital e o centro de diversões do Conic. A deputada Erika Kokay (PT-DF) comentou o ato na capital federal pelo Twitter e destacou que os protestantes lutaram “por um Brasil onde caibam todas e todos”.

 

Fotos da manifestação na Bahia foram postadas pelo deputado Afonso Florence (PT-BA) no Twitter. Nas imagens, cartazes com os dizeres: “Respeitem meu voto” e “+ escolas – cadeias” e “#NãoVaiTerGolpe”. Florence postou a mensagem: “Em Salvador da Bahia a praça Castro Alves é do povo da democracia!”.

 

A página oficial no Facebook da Juventude PT, com a hashtag #BrasilDaDemocracia, convocou os militantes e simpatizantes do partido para “sair às ruas para defender a democracia e as conquistas desses últimos 13 anos!”.

 

Por Michelle Chiappa, da Agência PT de Notícias

---
Rede PT Ribeirão Seja Companheiro, faça sua doação ao PT de Ribeirão Preto

Comentários

Ainda não há comentários nesta notícia. Seja o primeiro!