Grito dos Excluídos e das Excluídas em Ribeirão Preto terá ações de solidariedade e transmissão ao vivo

/ Editor: José Alfredo | Agência Rede PT Ribeirão
Receba nossas notícias pelo Telegram

Arte: CNBB/FBP

Grito dos Excluídos e das Excluídas em Ribeirão Preto terá ações de solidariedade e transmissão ao vivo

Com o tema "Vida em primeiro lugar", o Grito dos Excluídos ocorre em todo o Brasil no próximo dia 7 de setembro

Na próxima segunda-feira (7), acontece mais uma edição do Grito dos Excluídos e das Excluídas, manifestação carregada de simbolismo e organizada por movimentos populares em todo o país. Em Ribeirão Preto, o 26º ano do protesto se une às atividades de mais um dia “Fora Bolsonaro”. A transmissão será ao vivo pela plataforma Zoom, a partir da 10 horas.


Nesta edição, o protesto tem como lema “Vida em primeiro lugar”. “A ideia é protestar contra a miséria, o preconceito e a repressão. Queremos terra, trabalho, teto e participação”, explicam os organizadores do ato.


Além de ações simbólicas, o Grito dos Excluídos deste ano tem na agenda uma ação solidária organizada pelo MST na cidade de Jardinópolis.


Ao todo, serão distribuídas 100 cestas de produtos agroflorestais com alimentos produzidos pela agricultura familiar nos assentamentos da reforma agrária da região, organizados pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).


CAMPANHA ANULA STF

Mesmo com o isolamento social forçado pela pandemia do novo coronavírus, as ações da campanha #AnulaSTF não pararam. Pelo contrário, é possível notar uma intensificação de atos, principalmente no campo da luta simbólica e na batalha das redes. O Comitê Lula Livre também integra a organização do evento em Ribeirão Preto.



CAMPANHA DESPEJO ZERO

Em plena pandemia da covid-19, famílias por todo o Brasil estão sendo desalojadas de suas casas, seja por governos, Judiciário ou proprietários. Sem uma lei que proíba, eles seguem acontecendo. São sem teto, locatários, sem-terra e povos tradicionais removidos de suas moradias, muitas vezes com força policial.


Com a intenção de garantir o direito à moradia, foi criada a Campanha Nacional de Despejo Zero, que terá seu lançamento em Ribeirão Preto, previsto para o dia 10 de setembro (quinta-feira), no Palácio Rio Branco.  


De acordo com os organizadores da Campanha Despejo Zero, o Brasil é palco de muitas desigualdades, onde milhões de brasileiros não têm seu direito à moradia respeitado. Estima-se um déficit habitacional de mais de 7,8 milhões de moradias e mais de 13% da população está desempregada. Após 5 meses depois do início deste processo, o governo Bolsonaro não apresentou alternativas, somente se envolveu em escândalos de corrupção e polêmicas envolvendo o presidente, seus familiares e seus ministros. 


As iniciativas do 26º Grito dos Excluídos são organizadas pelas frentes Brasil Popular, Povo Sem Medo, pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Terra - MST, pela União dos Movimentos por Moradia - UMM, Central dos Movimentos Populares – CMP, Central Única dos Trabalhadores - CUT-SP e pelo Comitê Lula Livre Ribeirão Preto.    


HISTÓRIA

O Grito dos Excluídos surgiu em 1994, a partir do processo da 2º Semana Social Brasileira da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), e foi realizado pela primeira vez no ano seguinte, em 7 de setembro de 1995, em 170 localidades, com o lema “A vida em primeiro lugar”, como um contraponto ao Grito da Independência.


Documento sobre a História do Grito dos Excluídos

Mais do que uma articulação, o Grito é um processo, uma manifestação popular carregada de simbolismo, que integra pessoas, grupos, entidades, igrejas e movimentos sociais comprometidos com as causas dos excluídos. Ele brota do chão, é ecumênico e vivido na prática das lutas populares por direitos, consta em trecho de um documento histórico sobre a manifestação.


---
SeCom - Secretaria de Comunicação do PT de Ribeirão Preto Seja Companheiro, faça sua doação ao PT de Ribeirão Preto

Comentários

Ainda não há comentários nesta notícia. Seja o primeiro!