Ato em Ribeirão Preto protesta contra massacre de Paraisópolis: ‘Não foi acidente. Foi genocídio!’

/ Editor: José Alfredo | Agência Rede PT Ribeirão
Receba nossas notícias pelo Telegram

Fotos: Letícia Maciel

Ato em Ribeirão Preto protesta contra massacre de Paraisópolis: ‘Não foi acidente. Foi genocídio!’

Movimentos sociais e partidos progressistas de esquerda (PT e PSol), comprometidos com a causa em defesa da igualdade racial, denunciaram a política do governo Doria que criminaliza a periferia

Realizado no último dia 7 (sete) sábado, na Esquina Democrática do Calçadão de Ribeirão Preto, o Ato lembrou as nove vítimas do massacre de Paraisópolis, e denunciou a política de segurança “fascista” do governador João Doria (PSDB).

 

Além da política de segurança baseada na criminalização, perseguição e tortura e que tem na juventude negra da periferia o seu principal alvo, o massacre ocorrido em Paraisópolis também é decorrente da falta de investimentos do estado em políticas públicas de educação, cultura e laser nos bairros periféricos.

 

Criminalização do funk

Além dos sinais “explícitos de fascismo” nas declarações de figuras públicas como Doria – que já chegou a afirmar que a polícia passaria a atirar para matar, se houvesse resistência – e do presidente Jair Bolsonaro, conhecido pelo discurso em defesa do armamento da população.

 

GALERIA DE FOTOS:

 

---
Rede PT Seja Companheiro, faça sua doação ao PT de Ribeirão Preto

Comentários

Ainda não há comentários nesta notícia. Seja o primeiro!