Em Roma, Dilma apresenta plano de concessões e faz convite para investimentos no Brasil

/ Editor: José Alfredo | Agência Rede PT Ribeirão
Receba nossas notícias pelo Telegram
Em Roma, Dilma apresenta plano de concessões e faz convite para investimentos no Brasil

Para retomar o crescimento econômico, presidenta apresentou o Programa de Investimento em Logística (PIL) e também fechou acordos em 16 áreas como comércio, cultura, educação entre outras

A presidenta Dilma Rousseff divulgou, durante visita à Roma, na Itália, nesta sexta-feira (10) o Programa de Investimento em Logística (PIL), lançado em junho no Brasil e que terá investimento em infraestrutura no valor de R$ 198,4 bilhões. No encontro com as autoridades italianas, a presidenta reiterou que o programa prevê a concessão de aeroportos, portos, rodovias e ferrovias e fez um convite para que os empresários invistam no País.

“Eu, na verdade, convidei todos os empresários italianos a intensificar ainda mais sua presença no Brasil por meio da participação nessa nova fase do programa”, disse.

A presidenta reiterou o compromisso do governo federal em garantir que a economia brasileira retome o crescimento com os investimentos em infraestrutura. Desta forma, Dilma tem defendido veemente a participação de investidores estrangeiros. Ela apresentou o plano de concessões durante os encontros com o primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, e o presidente do país, Sergio Mattarella.

“Discuti tanto com o presidente como com o primeiro-ministro as oportunidades de investimento que se abrem no Brasil na área de ferrovias, por exemplo. Várias empresas italianas podem participar dos leilões, assim como na área de rodovias, portos e aeroportos”, disse a presidenta.

A presidenta espera que a parceria comercial entre Brasil e Itália caminhe para um “patamar mais elevado”. Ela também destacou que os dois países assinaram um plano de ações em 16 áreas de investimentos em indústria, cultura, comércio, defesa e educação. Para Dilma “a Itália é um parceiro essencial”, disse.

Dilma reforçou a importância de ambos os países na área educacional com o Programa Ciência Sem Fronteiras e lembrou que há no Brasil 1,2 mil empresas italianas, como uma situada em Goiana (PE).

“Em todas as áreas estratégicas do Brasil é certo que há uma empresa italiana: petróleo e gás, energia elétrica, principalmente renováveis”, afirmou Dilma.

Ainda em Roma, Dilma fez uma visita à sede da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), onde se reuniu com o diretor-geral da entidade, o brasileiro José Graziano da Silva.

No sábado (11), Dilma visitará a Expo Milão 2015, dedicado à alimentação. A presidenta declarou estar bastante ansiosa para conhecer a exposição e o pavilhão brasileiro.

“Estou com uma imensa expectativa de ver o pavilhão brasileiro, o ‘Alimentando o mundo com soluções’, onde nós mostramos, não só desde a tecnologia de alimentos, até os nossos programas de Fome Zero”, disse.

Por Michelle Chiappa, da Agência PT de Notícias

 

---
Rede PT Ribeirão Seja Companheiro, faça sua doação ao PT de Ribeirão Preto

Comentários

Ainda não há comentários nesta notícia. Seja o primeiro!