Brasil e Alemanha querem acordos de cooperação em diversas áreas

/ Editor: José Alfredo | Agência Rede PT Ribeirão
Receba nossas notícias pelo Telegram

foto: Roberto Stuckert Filho?PR

Brasil e Alemanha querem acordos de cooperação em diversas áreas

Durante visita da chanceler Angela Merkel à presidenta Dilma Rousseff estão previstos fechamento de acordos nas áreas de tecnologia e educação, além do fortalecimento da parceria comercial entre os dois países

O comércio entre Brasil e Alemanha chegou a US$ 20,47 bilhões em 2014, de acordo com o Ministério das Relações Exteriores. Atualmente a parceria comercial alemã com o Brasil registra a quarta posição. Para ampliar os negócios entre os dois países, a chanceler alemã, Angela Merkel, vai ao Palácio da Alvorada nesta quarta-feira (19) para fechar acordos de cooperação com a presidenta Dilma Rousseff.

 

O ministro da Secretaria de Comunicação Social, Edinho Silva, destacou em entrevista ao “Blog do Planalto” a importância da visita de Merkel à Dilma. “A Alemanha é um parceiro econômico fundamental para que a gente possa cada vez mais abrir mercados no mundo e principalmente fortalecer as nossas relações econômicas na Europa”, avaliou.

 

Merkel permanecerá no país até quinta-feira (20). Durante a visita, o governo brasileiro deve apresentar o Programa de Investimentos em Logística (PIL) à chanceler. O plano foi lançado em junho e estima R$ 198 bilhões em investimentos na infraestrutura do país nos próximos anos, em projetos de rodovias, ferrovias, portos e aeroportos.

 

O embaixador Oswaldo Biato Júnior, diretor do Departamento da Europa do Ministério das Relações Exteriores, destacou à imprensa, no Itamaraty, na terça-feira (18), que o encontro “é uma oportunidade muito importante para firmar parcerias em diferentes áreas”.

 

“Vemos isso como uma oportunidade para criar uma parceria estratégica entre os dois países tratando de temas que vão desde a área econômica, financeira, de investimentos, passando pela área de pesquisa, educação, ciência e tecnologia”, declarou.

 

Rousseff e Merkel tratarão de temas internacionais, como acordos climáticos.

 

Na área de biotecnologia e energia renovável, ambos os países devem demonstrar interesses comuns de cooperação, explicou o embaixador Biato Júnior.

 

“Temos também uma declaração conjunta de intenções entre o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação e o Ministério da Educação e pesquisa que tem um intuito muito interessante que é o de viabilizar a cooperação nas chamadas terras raras que são matérias-primas estratégicas necessárias para produtos de alta tecnologia como smartphones”, disse.

 

O embaixador destacou que há vários investimentos alemães no Brasil, como a fábrica da Audi “que será construída com investimentos de cerca de R$ 500 milhões”. No Paraná, em São José dos Pinhas “a Volkswagen vai começar a produzir o Golfe” e a “Mercedes-Benz vai inaugurar uma nova fábrica em Iracemápolis, no interior de São Paulo, também com investimentos em torno de R$ 500 milhões”, ressaltou.

 

Um jantar foi marcado para esta noite no Palácio da Alvorada para receber a chanceler Angela Merkel e ministros de ambos os países. Para o encerramento do encontro haverá um almoço no Palácio Itamaraty na quinta-feira (20).

 

Por Michelle Chiappa, da Agência PT de Notícias

---
Rede PT Ribeirão Seja Companheiro, faça sua doação ao PT de Ribeirão Preto

Comentários

Ainda não há comentários nesta notícia. Seja o primeiro!