Ribeirão Sem Racismo

/ Editor: José Alfredo | Agência Rede PT Ribeirão
Receba nossas notícias pelo Telegram

Foto: Roberto Moreyra

Ribeirão Sem Racismo

"...nosso programa de governo foi resultado de longas, sucessivas e profundas conversar que tivemos com a população negra da nossa cidade..." Antônio Alberto Machado

Para os governos petistas, as vidas negras importam, e encontram no poder público apoio para vencer a discriminação, exercer seu direito a educação, a saúde, a moradia, ao acesso a renda e a oportunidades econômicas. Os problemas da população negra são agravados pela existência de um racismo estrutural que, muitas vezes, também se manifesta nas instituições.




Ribeirão Preto, na gestão de Antônio Alberto Machado vai ter a ousadia de avançar no sentido de considerar o importante papel das lideranças negras no seio das comunidades e das famílias como mediadores (as) de conflitos e organizadores da vida comunitária, formas de organização que extrapolam as representações que historicamente o estado brasileiro reconhece como legitimas.


Para isso será necessário que se abram espaços para que lideranças e mediadores de conflitos, tradicionais do povo negro, como os idosos por exemplo, tenham espaços de interlocução e apresentação de suas demandas, para que possam liderar projetos que melhorem a qualidade de vida das suas comunidades, servindo de interlocutoras (es) das demandas das comunidades junto ao poder público.


PROPOSTAS

1. Tornar obrigatório o ensino da História e Cultura Africana e Afro-Brasileira.

2. Efetivar a Lei de Cotas no município.

3. Garantir a efetivação e o atendimento à saúde da população negra, com atenção a doenças prevalentes nesta população, como anemia falciforme, glaucoma, hipertensão, doença renal crônica e lúpus.

4. Capacitar gestores, operadores de direito e agentes sociais na área de Segurança Pública, com ênfase em gênero, raça e direitos humanos;

5. Orientar o funcionalismo a tratar a população de forma igualitária, independentemente de gênero, orientação sexual, cor da pele, etnia ou classe social. Punir, após assegurado o direito à defesa, administrativa, civil e criminalmente todo servidor municipal que for denunciado por crime racial.

6. Estímulo à adoção de programas de ação afirmativa e de combate ao racismo institucional no setor público e privado, além de considerar a existência desses programas como critério para participação das empresas privadas em processos licitatórios, inclusive com a criação de um selo “Empresa Afirmativa” para setores da iniciativa privada que promoverem ações de promoção da igualdade racial;

7. Ampliação do diálogo e colaboração com os setores privados e instituições internacionais ligadas ao combate ao racismo no ambiente de trabalho.


---
SeCom - Secretaria de Comunicação do PT de Ribeirão Preto Seja Companheiro, faça sua doação ao PT de Ribeirão Preto

Comentários

Ainda não há comentários nesta notícia. Seja o primeiro!