Vida fácil

Vida fácil

Vida fácil é a vida dos políticos da direita no Brasil! Eles têm grandes (e pequenos) financiadores. O eleitorado, predominantemente conservador, é mais propenso a votar neles. E a mídia burguesa, claro, é uma máquina de propaganda a serviço dos políticos da direita vinte e quatro horas por dia, trezentos e sessenta e cinco dias por ano, sem parar.

 

Já com os políticos da esquerda é tudo bem diferente.

 

Os pequenos financiadores geralmente são pobres e não podem financiar a campanha de ninguém. Os grandes financiadores dão dinheiro pra campanha, mas depois cobram enormes benefícios em troca. Quando não, financiam as campanhas, o caixa dois, e se a coisa aperta delatam apenas os políticos da esquerda, confessando que fizeram doações ilegais e que pagaram propinas – tudo só pra escapar do xadrez.

 

A mídia empresarial, claro, vive no pé dos políticos da esquerda. Ou fazendo campanha contra eles, ou destruindo imagens e reputações, ou criticando partidos e programas, ou espalhando notícia ruim e catástrofe para desestabilizar governos e desmoralizar candidatos esquerdistas.

 

Não acredita? Então compare.

 

Veja o quanto que os jornalistas lacaios da mídia reaça andam ralando pra descobrir qualquer coisa, uma coisa mínima que seja, para acabar com a vida política do Lula. Veja o quanto que a grande imprensa se esforça para manter o Lula todo santo dia nas manchetes dos jornais e das tevês, vinculando-o constantemente às diversas investigações da Polícia Federal.

 

Esses casos agora do apartamento no Guarujá e do sítio em Atibaia, que seriam de propriedade do Lula e produto de propina, são exemplos fulgurantes do esforço, aliás ridículo, que a mídia tem feito para incriminar o político petista que em 2018, nas urnas, ainda é capaz de dar outra pisa nos candidatos da direita.

 

Enquanto malham o Lula publicamente, levando a opinião pública (ou opinião publicada) a odiá-lo desde as profundezas da alma, os órgãos da mídia corporativa escondem as falcatruas, suspeitas e investigações que recaem sobre os políticos da direita. Enquanto Lula tem de defender sua honra em praça pública e arrumar advogado para defendê-lo nos processos, os políticos da direita são acobertados e absolvidos pela mídia.

 

Quer ver?

 

Aonde é que foi parar esse caso da máfia da merenda escolar que envolve o governo do Estado de São Paulo, secretários e deputados tucanos? Por acaso o amigo e a amiga têm visto notícias diárias sobre esse esquema nos jornais, nas tevês e no rádio? Por acaso aparece a fotografia dos políticos suspeitos e delatados nos grandes jornais? Por acaso alguém terá visto algum órgão de imprensa pedindo cadeia para aqueles que tiram a comida da boca de crianças famintas?

 

Então, veja que diferença de tratamento. Veja a condescendência com que a mídia burguesa trata os seus políticos e apaniguados. O caso da merenda escolar sumiu rapidinho da mídia. Ninguém fala mais nele. Nós até já o esquecemos, parece até que esse caso nem existiu. Por isso, ninguém se revolta nem odeia político que embolsa dinheiro destinado a matar a fome de crianças carentes.

 

Vida fácil a desses políticos, não é mesmo?!

---
Antônio Alberto Machado, é membro do Ministério Público do Estado de São Paulo e professor livre docente do Curso de Direito da Unesp/Franca-SP Seja Companheiro, faça sua doação ao PT de Ribeirão Preto

Comentários

Ainda não há comentários nesta notícia. Seja o primeiro!