O alvo é o Lula

O alvo é o Lula

A direita pede a punição dos empresários investigados na operação Lava Jato, mas não é porque a direita quer, de verdade, a punição dos empresários investigados na operação Lava Jato; o que ela quer mesmo é acertar o passo do Lula.

 

A direita quer punir os empresários envolvidos na corrupção da Petrobras, mas não é porque a direita deseja de fato defender a Petrobras; o que a direita quer mesmo é punir os empresários próximos do Lula porque, assim, ela poderá atingir o próprio Lula.

 

A direita apoia e divulga os vazamentos seletivos da operação Lava Jato, envolvendo na corrupção os empresários chegados ao Lula, mas não é porque ela quer punir todos os empresários envolvidos na corrupção; o que ela quer realmente é envolver o Lula.

 

A direita estimula a condenação dos empresários que corromperam o nosso sistema partidário e eleitoral, mas não é porque ela deseja preservar a lisura e a moralidade do nosso sistema político; o que ela quer mesmo é banir da vida política o Lula.

 

A direita anda falando que lugar de corrupto é na cadeia, mas não é porque ela deseja ver todos os empresários e políticos corruptos na cadeia; na verdade, quem ela quer ver de fato na cadeia é o Lula.

 

A direita não quer punir empresários, executivos e políticos da própria direita porque ela deseja acabar com a corrupção “cortando na própria carne”; o que ela deseja mesmo é “cortar a cabeça” do Lula.

 

A direita não quer moralizar a administração pública e o sistema político brasileiro por causa de um súbito despertar de sua consciência moral; o que a direita quer na verdade é aniquilar moralmente o Lula.

 

A direita nunca teve o objetivo de acabar com a corrupção porque, sem corrupção, não é possível sustentar as mamatas e a plutocracia da direita. O alvo da direita, portanto, nunca foram os corruptos poderosos da direita; o alvo da direita é o Lula.

 

Para a direita, o importante é envolver o Lula na corrupção da Petrobras, e arranjar pra ele algum processo, alguma condenação ou até mesmo a cadeia, ainda que para isso a direita tenha de apoiar a punição de alguns segmentos empresariais da própria direita.

 

E notem bem, não se está fazendo aqui nenhuma defesa do Lula nem se está sustentando a inocência do Lula e menos ainda a candura ou pureza do Lula; o que se está dizendo é apenas que esse “surto de moralidade” da direita, no fundo, é tudo por causa do Lula.

 

Ou seja, o que neste momento se pretende dizer à direita hipócrita e moralista, aos seus porta-vozes e eternos cupinchas é simplesmente aquilo que diz a sabedoria popular: “não vem que não tem”, quer dizer, não me engana que eu não gosto.

---
Antônio Alberto Machado, membro do Ministério Público do Estado de São Paulo e professor livre docente do Curso de Direito da Unesp/Franca-SP. Seja Companheiro, faça sua doação ao PT de Ribeirão Preto

Comentários

Ainda não há comentários nesta notícia. Seja o primeiro!