Setorial Direitos Humanos do PT de Ribeirão Preto repudia a prisão arbitrária do companheiro Guilherme Boulos

/ Por Agência Rede PT Ribeirão
Setorial Direitos Humanos do PT de Ribeirão Preto repudia a prisão arbitrária do companheiro Guilherme Boulos

Reintegrações de Posse colocam em risco as vidas humanas e não resolvem o problema

Neste dia 17 de dezembro a polícia de São Paulo prendeu o líder do MTST Guilherme Boulos quando o mesmo tentava intermediar as negociações para proteger a vida das pessoas na reintegração de posse em uma área abandonada há 40 anos e ocupada há um ano e meio na zona leste de São Paulo.

 

A repressão policial contra os movimentos sociais e a falta de diálogo coloca em risco as vidas humanas e não resolve o problema social.

 

O que resolve o problema social são programas sociais e de habitação e, enquanto isso não se viabiliza, o diálogo é o melhor instrumento.

 

Esse era um quadro já alertado para este ano de 2017. A repressão tende a se intensificar contra os movimentos sociais e seus líderes.

 

Aqui em Ribeirão Preto o problema de moradia é o principal da cidade, ao lado da grande desigualdade social. São 15 mil pessoas morando em áreas ocupadas, públicas e privadas. O déficit de moradias atinge 40 mil pessoas.

 

As entidades que atuam no movimento de moradia alertam para o fato de que há 33 ações de reintegração de posse na iminência de serem executadas e nem a Prefeita anterior e nem o atual Prefeito se colocaram à disposição do diálogo.

 

A administração Dárcy Vera ficará marcada pela extrema violência com que foi realizada a reintegração de posse da favela da Família em 2012, nas imediações do aeroporto Leite Lopes.

 

Temo que quadros semelhantes possam ocorrer esse ano.

 

O Setorial Direitos Humanos do PT de Ribeirão Preto clama para que as autoridades tratem na cidade os problemas sociais como devem ser tratados, com diálogo e ações sociais, não com violência.

 

Os setores de direitos humanos da Câmara de Vereadores, da OAB e de outros segmentos devem urgente tomarem pé da situação e atuarem para evitar que os direitos humanos de pessoas que não têm onde morar sejam feridos.

 

Nosso apoio e solidariedade ao companheiro Guilherme Boulos.

 

Ricardo Jimenez, coordenador do Setorial de Direitos Humanos do PT de Ribeirão Preto.

---
Rede PT Ribeirão Seja Companheiro, faça sua doação ao PT de Ribeirão Preto

Comentários (1)

Eulina Morais da Silva, professora

Quanta falta de respeito aos seres humanos por parte deste gestor municipal, é necessário repudiar veemente este tipo de ação violenta Contra as pessoas que precisam de um lugar para viver. Meu Deus que horror!