Ricardo de Oliveira é o novo secretário Sindical do DM-RP

/ Por Agência Rede PT Ribeirão

foto: reprodução Facebook

Ricardo de Oliveira é o novo secretário Sindical do DM-RP

“Precisamos mostrar o que o PT pensa sobre o movimento sindical nas várias categorias”

Ricardo de Oliveira, de 46 anos, diretor de relações de trabalho do Sindicato dos Trabalhadores Públicos da Saúde no Estado de São Paulo (SindSaúde), é o novo secretário sindical do Diretório Municipal do PT. Segundo ele, as reuniões da Secretaria Sindical serão mensais e buscará duas importantes metas: discutir sindicalismo também com outras centrais sindicais não ligadas ao PT, em prol de um projeto de partido, e a discussão sobre emprego e geração de renda, buscando soluções e avanços para 2016.

 

Oliveira é também da executiva estadual do SindSaúde, do qual foi diretor-regional, além de integrar atualmente o Conselho Municipal da Saúde. Suas atuações políticas começaram cedo, como dirigente estudantil. No começo do século, Oliveira também foi diretor da Associação dos Servidores do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, além de já ter sido diretor da Federação dos Trabalhadores e Seguridade Social, que congrega os sindicatos da saúde.

 

Formado em pedagogia pela Universidade de São Paulo (USP), de Ribeirão, em 2000, ele fez especialização em gestão pública na Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Ricardo de Oliveira trabalha no Controle de Leitos, da Unidade de Emergência, do HC, desde 1998. Filiado desde jovem ao PT, Oliveira pela primeira vez está assumindo a Secretaria Sindical do DM.

 

Sobre sua atuação no DM do PT, Oliveira quer ampliar a discussão com sindicatos ligados ao PT, mas também os de outras centrais, para fortalecer o partido. “Precisamos mostrar o que o PT pensa sobre o movimento sindical nas várias categorias”, comenta ele, que é ligado à Central Única dos Trabalhadores (CUT).

 

Sobre a questão de emprego e geração de renda, Oliveira acredita que é necessário formular uma política sobre o tema, ainda mais que 2016 é um ano eleitoral municipal, dialogando para buscar avanços nessa questão. “O Brasil ainda segura as pontas, apesar das críticas nos últimos anos, para avançar nisso, precisa discutir a proteção do emprego”, enfatiza Ricardo de Oliveira.

 

Uma das tarefas que ele pretende, em breve, é ir à Secretaria Municipal de Trabalho de São Paulo para conhecer a atuação sindical lá e trazer contribuições para o trabalho a ser executado em Ribeirão Preto. “Vamos buscar uma contribuição técnica”, afirma Ricardo de Oliveira.

 

Secretaria Sindical

 

No Partido dos Trabalhadores de Ribeirão Preto, a Secretaria Sindical é a mais antiga das secretarias de setoriais, resultado da importância que o movimento sindical teve na construção do PT. O sindicalismo petista é responsável pela construção de importantes quadros políticos, que se transformaram em dirigentes partidários.

 

Com os governos de Lula e Dilma houve a inclusão social de mais de 40 milhões de pessoas, com programas sociais, geração de emprego, reforma agrária, investimento na agricultura familiar, facilitação do crédito e acesso à educação, tornando o movimento sindical um interlocutor cotidiano.

 

Assim, a Secretaria Sindical deve, por meio da realização de encontros sindicais amplos, discutir as principais questões enfrentadas pelo movimento sindical em cada momento e trazer para o conjunto partidário propostas de ação no plano sindical. E buscar a unificação do pensamento dos sindicalistas do Partido em respeito à sua área de atuação específica e contribuir permanentemente com a unidade de ação por objetivos comuns dos trabalhadores manuais e intelectuais, rurais e urbanos, assalariados e autônomos.

 

Com Ricardo de Oliveira na coordenação, a Secretaria Sindical continuará o seu papel de formuladora de políticas, de relação estreita entre os petistas sindicalistas, na contribuição da sua unidade de ação no interior do movimento e na abertura de espaços partidários para que esses sindicalistas possam contribuir.

---
Rede PT Ribeirão Seja Companheiro, faça sua doação ao PT de Ribeirão Preto

Comentários

Ainda não há comentários nesta notícia. Seja o primeiro!