Novo presidente da CNTE assume compromisso com as causas dos trabalhadores

/ Por Agência Rede PT Ribeirão
Novo presidente da CNTE assume compromisso com as causas dos trabalhadores

“Companheiro Heleno tenho certeza que você continuará fazendo um ótimo trabalho à frente da CNTE por sua dedicação e empenho nas lutas, já conhecidos por todos”.

Cerca de 2500 trabalhadores em educação do Brasil e de outros países se reuniram em Brasília de 11 a 15 de janeiro no 33º Congresso da CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação).

“Essa troca de experiências entre profissionais de todo o mundo, nos dará mais subsídios para juntos continuarmos na luta por uma educação pública, gratuita, laica e de qualidade”, disse o até então Presidente da CNTE Roberto Leão.

 

O tema do Congresso foi “Paulo Freire: Educação Pública, Democracia e Resistência”. O objetivo foi de avaliar e discutir os rumos, analisar os avanços e retrocessos da legislação e eleger a nona diretoria da entidade para o período 2017-2020.

 

O primeiro dia foi marcado pela realização de um Seminário Internacional com a presença de representantes da Argentina, Paraguai, Uruguai, Portugal, Angola, Suécia, Estados Unidos, Japão, Alemanha, Noruega, Haiti e Canadá.

 

EM DEFESA DA DEMOCRACIA E DA EDUCAÇÃO

O ex-Presidente Lula foi o convidado de honra e palestrante em um ato político em defesa da democracia e da educação pública.

 

Ao analisar a conjuntura nacional, Lula disse: "Fico triste porque este país não merece o que está passando", lamentou. O ex-presidente lembrou o período do seu governo e defendeu os programas sociais que implementou. "Para fazer casa para pobre tem que ter subsídio sim", defendeu.

 

Lula foi várias vezes interrompido por gritos de palavras de ordem entoados pelos participantes do Congresso. Segundo o ex-presidente, "para recuperar o país é preciso um governo que tenha credibilidade e não há como ter credibilidade com golpe", afirmou.

 

Com um discurso repleto de reflexões sobre a Educação no Brasil, Lula ressaltou que os recursos para a área nunca poderão ser considerados como gastos, mas sim investimento. “É o investimento mais barato e mais produtivo e o que dá mais retorno para o país”, justificou, sob aplausos. Ele citou avanços do seu governo na educação, como o ProUni, o aumento da participação da União com o Fundeb, o programa caminhos da escola e o ENEM. “Não é a matéria prima, a floresta e a extensão territorial que fazem a grandeza de um país, mas sim a qualidade da educação”, ressaltou.

 

PERDAS PARA A EDUCAÇÃO

Em meio a um período conturbado da política brasileira, e ao golpe que levou à queda da ex-Presidenta Dilma Rousseff em 2016, os participantes da abertura do Congresso entoaram, em coro, críticas contra novo governo. Os ajustes fiscais, por exemplo, foram duramente criticados pelo presidente do CNTE. “Se forem fazer ajuste fiscal, façam para os bancos, taxando as grandes fortunas, trazendo o dinheiro que foi levado do país e dando prêmio a quem devolver”, clamou Roberto de Leão.

 

Diversos juristas e militantes da educação apontam o caráter inconstitucional da PEC que determina o teto de gastos primários, pois essa política de cortes pode comprometer os investimentos reduzindo o mínimo constitucional de 18% que a União é obrigada a investir na educação pública.

 

“O atual ajuste fiscal inviabiliza o PNE aprovado em 2014, que prevê a aplicação de 10% do PIB em educação. O aumento dos gastos sociais aconteceu no mundo inteiro, sendo fruto da democracia e das demandas da população e da capacidade de participação social. O Brasil, que aumentou de 12,6% em gastos sociais em 2002 em relação ao PIB para 15,7% em 2015, não estava diferente do resto do mundo. Os cortes brutais aplicados por este governo de agora andam na contramão das políticas de inclusão social” afirmou a professora de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Esther Dweck.

 

RIBEIRÃO PRETO REPRESENTADO NO CONGRESSO

 

Segundo o Diretor Estadual da APEOESP, professor Fabio Sardinha, “o Congresso foi bastante rico e tivemos a oportunidade de fortalecer a participação da juventude com a criação do Departamento de Juventude onde teremos uma participação destacada na formulação de políticas para os jovens trabalhadores da educação. O fortalecimento do núcleo de juventude da APEOESP Articulação Sindical, apoiado por nossa Presidente Maria Izabel de Azevedo Noronha, que fornece todo o subsídio para a atuação da juventude na Apeoesp, foi fundamental para a aprovação de nossos encaminhamentos nesse Congresso. Acredito que nossa bancada teve uma participação destacada. Tivemos uma ótima interação com trabalhadores da educação de todo o Brasil e do exterior e avançamos na construção de um projeto de educação pública que garanta qualidade e participação democrática para todos”.

 

“Gostaria de agradecer a nossa delegação de Ribeirão Preto composta pelos companheiros Lucas Losa e Roberto Toffoli, além de mim, mas agradecer a todos os companheiros de Ribeirão Preto que fortaleceram nossa atuação e permitiram a constituição de nossa bancada no Congresso. Agradeço ao José Wilson, à Krissia Miranda, à Andrea Lopes, à Cristina Arruda, Elizete Fernandes entre outros e, principalmente, gostaria de desejar ao companheiro Heleno Araújo, novo Presidente da CNTE, sucesso nesses novos desafios que se impõem ao progresso da educação pública no Brasil”, complementou Sardinha.

 

Entrevista Roberto Leão - Presidente CNTE

Contribuição ao Congresso dá CNTE

 

NOVA DIRETORIA

A chapa 30, da CUT, obteve 86,8% dos votos e venceu as eleições para a Diretoria Executiva e Conselho Fiscal da CNTE. Com a vitória, Heleno Araújo assume a Presidência da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação para o mandato 2017-2020.

 

“Essa nova diretoria é resultado da união de forças dentro da CNTE. Conseguimos uma renovação de 50% dos membros harmonizando a necessidade de renovação com a experiência, ou seja, companheiros chagam trazendo novas energias para atuarem e aprenderem ao lado de antigos companheiros que manterão o trabalho já realizado. Nosso compromisso é lutar na defesa dos direitos dos trabalhadores”, disse Heleno Araújo, Presidente da CNTE.

 

Além da eleição da nova diretoria, o 33º Congresso da CNTE aprovou também um indicativo de greve da categoria para o dia 15 de março, contra o golpe na democracia, contra a reforma da previdência e em defesa do PNE aprovado em 2014 e que prevê maiores investimentos em educação.

 

NOTA DE REPÚDIO

É estarrecedor como vivemos em tempos sombrios para o jornalismo brasileiro!

Na oportunidade da abertura do 33º Congresso Nacional da CNTE, realizado no dia de ontem, 12 de janeiro de 2017, quando os educadores e educadoras brasileiros/as ouviram as palavras do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva em palestra magna proferida na abertura de seu encontro nacional, a grande imprensa brasileira decidiu repercutir ação feita por um grupo de, no máximo, 20 pessoas em um auditório lotado com quase 3 mil pessoas.

A manchete da matéria jornalística produzida pelo jornal da família Marinho (organizações Globo) e repercutida, em grande medida, por outros órgãos da imprensa familiar brasileira, evidencia o péssimo jornalismo feito por nossa grande imprensa. Aquela manchete, ao repercutir um fato absolutamente pequeno e irrelevante diante da magnitude das palavras do ex-presidente Lula, entrará para a história e fará parte dos manuais de jornalismo do que se deve evitar fazer. Uma manchete que não reproduz o que, sequer, o conteúdo da própria matéria enuncia. Uma manchete que só explicita a caçada judicial e midiática a que está sendo submetido o presidente Lula nos últimos tempos.

O auditório onde foi proferida a palestra de nosso ex-presidente simplesmente o ovacionou. Como poucos, Lula tem uma leitura de realidade rara nesses tempos em que a mentira interessa mais do que a verdade.

Já quanto à grande imprensa brasileira, fica o mais veemente repúdio dos educadores/as brasileiros/as. Não à toa, essa grande mídia familiar perde, cada dia mais, leitores e consumidores de suas informações. Isso porque está cada vez mais evidente que o que eles fazem não é o bom jornalismo: trata-se de um jornalismo parcial que persegue um projeto político e todos que a ele estiverem vinculados.

Os/as educadores/as brasileiros/as já estão cansados/as de tanta mentira que, diuturnamente, é reproduzida por esses grandes meios de comunicação, estes sim que morrerão por conta de seu próprio veneno. Chegará o dia em que não bastarão mais os vultosos recursos do Governo se não tiverem mais leitores, fartos de suas mentiras!

DIRETORIA DA CNTE

15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
15-01-2017 Brasília-DF | 33ºCongresso Nacional CNTE
---
Rede PT Ribeirão, com informações da CNTE Seja Companheiro, faça sua doação ao PT de Ribeirão Preto

Comentários

Ainda não há comentários nesta notícia. Seja o primeiro!