Dia Nacional de Greve será no HC de Ribeirão

/ Por Agência Rede PT Ribeirão
Dia Nacional de Greve será no HC de Ribeirão

Concentração de servidores públicos da instituição e de trabalhadores de vários segmentos profissionais será em frente à unidade, em 11 de novembro

A participação de Ribeirão Preto no Dia Nacional de Greve, em 11 de novembro, ocorrerá a partir das 10 horas, na portaria dos ambulatórios no HC Campus. Será a concentração do ato de Ribeirão Preto. “Vamos aglutinar no HC o ato contra a PCE 55 e outras medidas do governo contra os trabalhadores, pois muitos outros vão participar da atividade em São Paulo”, explica Ricardo de Oliveira, diretor da executiva estadual do Sindicato dos Trabalhadores Públicos da Saúde no Estado de São Paulo (SindSaúde) e secretário Sindical do PT de Ribeirão Preto.

 

O ato em frente ao HC terá participações de servidores da saúde, mas sem configurar uma greve, pois o Superior Tribunal Federal (STF) proibiu que a categoria fizesse greve, sob pena de aplicação de multa alta para cada funcionário que aderir à paralisação. Essa decisão judicial é um atentado contra a Constituição de 1988. Dessa forma, os servidores que não estiverem em trabalho participarão do ato, assim como representantes de outras categorias, que estarão explicando aos pacientes e frequentadores do HC sobre as maldades praticadas contra os trabalhadores pelo atual governo federal golpista.

 

O manifesto do SindSaúde tem como título “Todos contra a PEC da morte!!! (e outras propostas do Pacote de Maldades)”. O texto chama a atenção dos trabalhadores contra a PEC 241 da Câmara, que virou a PEC 55 no Senado, onde tramita atualmente. Se aprovada, ela garantirá o teto para o gasto público, mas congelará investimentos em serviços públicos, como nas áreas de saúde, educação e assistência social, durante 20 anos. Isso provocará um arrocho salarial para os servidores públicos.

 

Na saúde, teme-se pelo desmonte do Sistema Único de Saúde (SUS), além do fechamento da Farmácia Popular, do fim do Samu, entre outros.

 

Na educação poderá ocorrer sucateamento das escolas públicas, redução de concessões de bolsas de estudos, fechamento de institutos federais e de universidades públicas.

 

Na assistência social, a PEC aprovada poderá significar o fim dos programas sociais que beneficiam cidadãos de baixa renda em todo o país.

 

Ou seja, a aprovação da PEC só beneficia banqueiros e empresários, que também são contrários à taxação das grandes fortunas.

 

A aprovação da PEC da Maldade pode significar uma redução de 20%, em 10 anos, só nas áreas de educação e saúde.

 

Além do ato no HC, representantes de Ribeirão Preto irão para o ato em São Paulo. Mas o Dia Nacional de Greve terá diversas atividades nas capitais, regiões metropolitanas e grandes cidades do país, segundo o coordenador regional da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Luiz Henrique de Souza, que também participa da organização das manifestações na região pela Frente Brasil Popular Macro Ribeirão Preto. Em Ribeirão Preto, além do HC, também ocorrerá panfletagem no Calçadão. Em Franca, o Sindicato dos Servidores e a Associação dos Trabalhadores de Franca (Atraf) farão panfletagens nas praças e pela cidade. Em Araraquara ocorrerá paralisação da Eletronorte. Em São Carlos a paralisação será na Estação Avançada da CPFL. Em Jaboticabal também ocorrerá mobilização social. Em Pedregulho ocorrerá a paralisação da Usina de Estreito (de Furnas). Essas manifestações são organizadas por sindicatos e entidades ligadas aos trabalhadores de empresas de energia elétrica, além da CUT.

---
Rede PT Ribeirão Seja Companheiro, faça sua doação ao PT de Ribeirão Preto

Comentários

Ainda não há comentários nesta notícia. Seja o primeiro!