PT realizará Encontro Nacional Extraordinário em dezembro

/ Por Agência Rede PT Ribeirão

foto: divulgação

PT realizará Encontro Nacional Extraordinário em dezembro

Em novembro, serão eleitos 600 delegados/as para deliberar sobre os novos rumos do partido

A Comissão Executiva Nacional do PT aprovou a data de realização do Encontro Nacional Extraordinário, conforme deliberação do Diretório Nacional do partido. O objetivo do encontro será discutir e deliberar sobre os rumos e desafios do conjunto do partido.

 

O evento será realizado nos dias 9, 10 e 11 de dezembro deste ano, com 600 delegados (as), 10% de convidados (as) a critério da Comissão Executiva Nacional. Também ficou estabelecido pelos dirigentes petistas o dia 27 de novembro para a eleição de delegados (as), por chapa nacional, pelo voto direto e secreto dos filiados (as) nos municípios;

 

Foi formada uma comissão organizadora do Encontro Nacional composta pelas Secretarias Geral, Organização, Finanças e Formação. As demais propostas sobre os debates e prazos para as inscrições de chapas e teses e outros encaminhamentos serão tomados pela Comissão Organizadora com consultas feitas às chapas representadas na Comissão Executiva Nacional.

 

Mobilização

A Executiva Nacional do PT criou o Grupo de Trabalho de Mobilização, que será coordenada pelo secretário geral Romênio Pereira, para funcionar como um coletivo político com o objetivo de encaminhar a execução das ações políticas da instância para o enfrentamento exigido pelo atual cenário político.

 

Além de Romênio Pereira, participam da Comissão de Mobilização da Conjuntura os dirigentes nacionais Alberto Cantalice, Anne Karolyne, Bruno Elias, Carlos Árabe, Gleide Andrade, Indalécio Wanderley, João Farina, Laisy Moriére, Maristeçlla Mattos, Mônica Valente e Vívian Farias.

 

De acordo com a Secretaria-Geral Nacional do PT, a prioridade é fortalecer e organizar a presença partidária nas diversas mobilizações contra o golpe e o governo usurpador em curso no país, além de abrir diálogo e fazer o acompanhamento com os setores sociais e culturais, além dos organismos internacionais, que promovem a resistência ao golpe político sofrido pela presidenta Dilma Rousseff.

 

Os membros da Comissão fizeram uma primeira reunião no dia 1º de junho, em Brasília, e definiram a formação de vários Grupos de Trabalho que funcionarão de acordo com os respectivos temas aprovado durante o encontro. Novas reuniões dos GT´s de Mobilização já estão programadas para os próximos dias.

 

Em Ribeirão Preto

DAP faz plenária para discutir Manifesto pela Reconstrução do PT

Apresentação e discussão do manifesto é uma preparação para o Encontro Nacional Extraordinário do PT, que será realizado entre 9 e 11 de dezembro

 

Membros do grupo Diálogo e Ação Petista (DAP), do PT de Ribeirão Preto, programaram para 2 de agosto, a partir das 19 horas, na sede do Diretório Municipal (DM) de Ribeirão Preto, na Avenida Santa Luzia, 120, no Sumaré, uma plenária de apresentação e discussão do Manifesto pela Reconstrução do PT. Essa reunião também é uma preparação para o Encontro Nacional Extraordinário do PT, que será realizado entre 9 e 11 de dezembro. Os integrantes que assinam o convite do DAP para essa plenária são Aurení Menezes, Brasil Salomão, Mauro Freitas, Maria Silvia, Rachel Fogaça, Ricardo Jimenez e Ulysses Matos.

 

O Encontro Extraordinário do PT tem como ponto de partida o Manifesto pela Reconstrução do PT, o texto do manifesto fala sobre a tentativa de golpe reacionário pró-imperialista, com o processo de impeachment contra a presidenta Dilma Rousseff, que coloca em risco a democracia no Brasil. Essa tentativa de golpe expõe o que foi feito pelos governos de Lula e Dilma e as contradições do atual governo interino. Tais acontecimentos ameaçam as organizações populares e de trabalhadores e a própria sobrevivência do PT, segundo o manifesto. O DAP busca uma solução nos compromissos históricos de defesa do PT.

 

O manifesto também destaca o movimento Fora Temer, Nenhum Direito a Menos como uma questão central a ser abordada, como o apoio do PT a se engajar num movimento de greve geral discutido pela CUT, além de participar da Frente Brasil Popular, um importante instrumento unitário de mobilização. Vários itens são abordados contra os atos do governo interino, como reforma da Previdência, privatização, entre outros. Também aborda que o Fora Temer deve enquadrar a campanha eleitoral municipal, numa luta extrema em defesa do PT. E o texto também sugere propostas urgentes para reconstruir o PT, começando pelo fim do PED, entre outros temas abordados.

---
Rede PT Ribeirão Seja Companheiro, faça sua doação ao PT de Ribeirão Preto

Comentários

Ainda não há comentários nesta notícia. Seja o primeiro!