PT de Ribeirão Preto elege novos dirigentes municipais

/ Por Agência Rede PT Ribeirão
PT de Ribeirão Preto elege novos dirigentes municipais

Fernando Tremura substitui o vereador Dr. Jorge Parada na presidência municipal; partido realiza eleições diretas em mais de 400 cidades de São Paulo. Na foto Mauro Freitas agradece a participação dos filiados e filiadas

O Partido dos Trabalhadores em Ribeirão Preto elegeu novo diretório neste domingo (9) com a realização das eleições internas municipais. O vereador Dr. Jorge Parada entrega o cargo de presidente municipal para Fernando Tremura, que é o atual secretário de Finanças e Planejamento do Partido.

 

Durante o PED (processo de eleição direta), foram realizadas as Etapas Livres com debates sobre a atual conjuntura política do País, conjuntura internacional, organização partidária e os rumos para a esquerda no Brasil.

 

“O PT se organizou para o PED e a disputa acirradíssima provou que o partido está vivo e vibrante. Vamos, agora, reorganizar os núcleos setoriais e filiar novos companheiros. O PT sai mais forte deste processo”, diz Parada.

 

Depois de dois mandatos intercalados, Jorge Parada passa o posto para outro companheiro da corrente Construindo um Novo Brasil (CNB), o atual secretário de Finanças e Planejamento do PT, Fernando Tremura.

 

O novo presidente do PT de Ribeirão Preto acredita que, diante de tantos ataques ao partido, a realização das eleições internas mostrou a resistência e a coragem dos filiados e filiadas.

 

“Em Ribeirão, tivemos uma presença muito importante e atingimos o quórum com folga. Aqui e em todo o Brasil, o dia de hoje marca novamente a história democrática do Partido dos Trabalhadores. Vamos resistir aos ataques aos direitos dos trabalhadores e trabalhadoras, como a terceirização para atividade-fim, a reforma trabalhista, a reforma previdenciária e outros, porque eles irão se acirrar. Vamos trabalhar pela unidade do PT e levar as pessoas às ruas para lutarmos por direitos”, afirmou Tremura.

 

Resultados

 

Fernando Tremura foi eleito com 51,8% dos votos, enquanto as duas chapas da corrente CNB somaram 52% dos votos. Mauro Freitas teve expressiva votação ficando do 48,2% dos votos, e a chapa Unidade pela Reconstrução do PT com 48% dos votos.

 

Na votação para estadual, o resultado foi:

  1. Chapa Construindo um Novo Brasil (CNB): 51%
  2. Chapa Unidade pela Reconstrução do PT: 48%
  3. Chapa Primeiramente Fora Temer: 0,01%
  4. Chapa A Esperança é Vermelha: 0,003%

 

Na disputa para coordenador da macrorregião em Ribeirão Preto, a disputa, também, foi muito acirrada com Gilson Pelizaro o mais votado, com 51% dos votos e Marta Cristina ficou com 49% dos votos.

 

Já a chapa Por uma Macrorregião de Ribeirão Preto Unida teve 51% dos votos e a chapa Defender o Partido – Unidade pela Reconstrução somou 49% dos votos.

 

Recursos

 

Os recursos poderão ser apresentados à instância estadual junto das provas em que estiverem baseados, inclusive por e-mail, até o dia 14 de abril de 2017, com cópia para a SORG Nacional.

 

Recursos que forem apresentados depois deste prazo serão considerados intempestivos.

 

Os Diretórios Estaduais terão até o dia 24 de abril para analisar e julgar os recursos apresentados.

 

Os recursos à instância nacional deverão ser apresentados até o dia 26 de abril de 2017, desde que já julgados pela instância estadual. 

 

Delegados e delegadas titulares 

 

As chapas deverão, até o dia 20 de abril de 2017, indicar os nomes dos delegados e das delegadas titulares obedecendo à proporcionalidade do resultado, a paridade e as cotas.

 

A partir do dia 13, o Sisped está disponível para a indicação dos titulares.

 

Todos os demais componentes aptos, inscritos na chapa e registrados no sistema serão considerados suplentes e poderão assumir eventuais vagas, desde que obedecendo à paridade e as cotas. 

 

Diretório Municipal

 

O Sisped já está disponível para o registro dos resultados da eleição municipal e a consequente indicação dos titulares.

 

As chapas municipais deverão indicar os nomes para preencher as vagas a que tiverem direito no respectivo diretório municipal até o dia 15 de maio de 2017, observada a paridade e as cotas étnicas raciais e de juventude.

 

Posse da nova direção

 

A posse do novo diretório poderá ser feita depois do dia 15 de maio de 2017. 

 

Cálculo da proporcionalidade para composição das instâncias e órgãos

 

O PT adota o critério da proporcionalidade, não impondo limites mínimos de percentual de votos para que uma chapa componha a instância ou órgão. 

 

Assim, cada chapa elege um número de membros proporcional aos votos que obteve nas urnas.

 

Através do Sisped, cada diretório pode fazer o cálculo de proporcionalidade de maneira simples e rápida.

 

Composição do novo diretório:

 

O Presidente eleito Fernando Tremura e o Líder da Bancada vereador Jorge Parada não entram neste cálculo, já que são eleitos separadamente, considerando que o diretório tenha 36 membros e que foram inscritas 3 (três) chapas, sendo registrados 271 votos válidos (total de votos menos brancos e nulos).

 

Aplicando a proporcionalidade teremos:

 

Chapa CNB-Articulação = 108 votos / 271 = 39,85 % dos votos (0,3985)

Chapa Reconstrução = 130 votos / 271 = 47,97 % dos votos (0,4797)

Chapa CNB-Participação = 33 votos / 271 =12,17 % dos votos (0,1217)

 

Multiplicando por 36 membros, teremos:

 

Chapa CNB-Articulação = 36 x 0,3985 = 14,34 membros

Chapa Reconstrução = 36 x 0,4797 = 17,26 membros

Chapa CNB-Participação = 36 x 0,1217 = 4,38 membros (maior fração)

 

Verificando-se os números inteiros, teremos 14 + 17 + 4 = 35 membros. 

 

O membro restante pertencerá à chapa com maior fração, ou seja, a chapa CNB-Participação, com fração 0,38. 

 

Resultando assim:

 

Chapa CNB-Articulação = 14 membros

Chapa Reconstrução = 17 membros

Chapa CNB-Participação = 5 membros

 

Paridade de Gênero

 

As direções partidárias deverão ter paridade de gênero, ou seja, serão compostas pelo mesmo número de homens e mulheres.

 

Considerando que o Diretório tenha 36 membros, ele será composto por 18 (dezoito)  homens e 18 (dezoito) mulheres. Nesta conta, não se considera a presidência e nem a liderança da bancada.

 

Se as chapas em disputa não chegarem a um acordo sobre a indicação dos nomes, respeitando a proporcionalidade, a paridade e as cotas. Caberá à chapa com a maior votação decidir primeiro.

 

Ou seja, a chapa Unidade pela Reconstrução escolherá antes da chapa CNB-Articulação se indicará 9 (nove) homens e 8 mulheres ou 8 homens e 9 mulheres. Neste caso, os nomes indicados pela “Chapa CNB-Participação” deverão completar a Paridade do Diretório.

 

Cota mínima de 20% de jovens

 

Aplicando-se a cota mínima de 20% de jovens (36 membros x 20% = 7,2) teremos 7 (sete) membros jovens no diretório. E aplicando-se novamente a proporcionalidade.

 

Com o resultado do PED, as chapas CNB-Articulação e Unidade pela Reconstrução tiveram a maior votação, porém as maiores frações foram as chapas da CNB-Participação e CNB-Articulação, e deve indicar, cada uma, um jovem.

 

Chapa CNB-Articulação = 7 x 0,3985 = 2,78 membros (indica três jovens)

Chapa Reconstrução = 7 x 0,4797 = 3,35 membros (indica três jovens)

Chapa CNB-Participação = 7 x 0,1217 = 0,85 membros (indica um jovem)

 

Cota mínima de 14% de negros e índios

 

Aplicando-se a cota étnica mínima de 14% (36 membros x 14% = 5) teremos 5 (cinco) membros de etnia negra ou indígena no diretório. E aplicando-se novamente a proporcionalidade, teremos:

 

Chapa CNB-Articulação = 5 x 0,3985 = 1,99 membros (indica duas cotas étnicas)

Chapa Reconstrução = 5 x 0,4797 = 2,39 membros (indica duas cotas étnicas)

Chapa CNB-Participação = 5 x 0,1217 = 0,60 membros (indica uma cota étnica)

 

Comissão Executiva Municipal

 

Comissão Executiva será eleita pelo Diretório Municipal em sua primeira reunião, obedecendo à proporcionalidade, a paridade e as cotas.

 

Além do presidente e do líder da bancada, a executiva será composta por, 12 componentes que ocuparão os seguintes cargos: 

  • Vice-presidência;
  • Secretarias de Organização;
  • Secretarias de Finanças e Planejamento;
  • Secretarias de Formação Política;
  • Secretarias de Comunicação;
  • Secretarias de Movimentos Populares;
  • Vogais 

 

Comissão de Ética e Conselho Fiscal

 

O mesmo cálculo deve ser repetido para a constituição do Conselho Fiscal e Comissão de Ética. Que deve obedecer ao critério de Paridade. Sendo:

 

Chapa CNB-Articulação = 6 x 0,3985 = 2,39 membros (indica dois membros)

Chapa Reconstrução = 6 x 0,4797 = 2,87 membros (indica três membros)

Chapa CNB-Participação = 6 x 0,1217 = 0,73 membros (indica um membro)

 

Informações do COE-PED 2017 – Ribeirão Preto

---
Rede PT Ribeirão Seja Companheiro, faça sua doação ao PT de Ribeirão Preto

Comentários

Ainda não há comentários nesta notícia. Seja o primeiro!