6º Congresso Nacional: saiba como inscrever chapas e candidaturas

/ Por Agência Rede PT Ribeirão

Foto: Paulo Pinto/PT

6º Congresso Nacional: saiba como inscrever chapas e candidaturas

Florisvaldo Souza, secretário nacional de Organização do PT, explica a importância do processo, fundamental para preparar o partido para os futuros desafios

As inscrições para as chapas e candidaturas municipais, zonais e estaduais para o 6º Congresso Nacional do PT já estão abertas. As chapas devem obedecer a paridade de gênero, ou seja, ter o mesmo número de homens e mulheres, e reservar cotas de 20% para jovens (nascidos a partir de 12 de março de 1987) e também de 20% para negros e indígenas.

O número de pessoas que podem ser inscritas nas chapas depende do tamanho do diretório municipal ou zonal, ou do Congresso Estadual. Para se inscrever na chapa é necessário ter se filiado até 12 de março de 2016 e ter pago todas as contribuições financeiras, inclusive de quem não exerce cargo de confiança, eletivo ou de direção.

 

O secretário nacional de Organização do PT, Florisvaldo Souza, afirma que, neste momento, é muito importante que os dirigentes municipais e estaduais organizem o debate em seus locais de atuação.

 

“É fundamental fazer um grande debate com os principais temas do momento. São os temas que vão preparar o partido para os próximos desafios”, afirma.

 

As chapas podem ser inscritas com, no mínimo, 10% das vagas em disputa no diretório e, no máximo, até o dobro das vagas. Ou seja, em um diretório com 6 vagas é possível inscrever uma chapa com 2 pessoas, no mínimo. No mesmo diretório, uma chapa pode ser inscrita com até 12 pessoas.

 

Municípios com mais de 20 mil eleitores devem eleger Conselho Fiscal e Comissão de Ética com 4 membros. E nos municípios com mais de 40 mil eleitores o Conselho Fiscal e a Comissão de Ética passam a ter 6 membros.

 

As cotas de etnia racial reservam 20% das vagas nas chapas para negros e negras ou indígenas. Mas o percentual é menor em alguns estados. No Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, as cotas são de 6%; no Paraná de 11% e em São Paulo 14%, por exemplo.

 

“O resultado desse processo deve ser fruto do envolvimento da nossa militância e do envolvimento de setores da sociedade que acreditam num projeto de esquerda para o Brasil”, conclui o secretário nacional de Organização.

Assista:

---
Rede PT Ribeirão Seja Companheiro, faça sua doação ao PT de Ribeirão Preto

Comentários

Ainda não há comentários nesta notícia. Seja o primeiro!