Dilma: Estamos lutando por mais representação na política

/ Por Agência Rede PT Ribeirão

Foto: Ricardo Stuckert

Dilma: Estamos lutando por mais representação na política

Presidenta eleita participou do lançamento do projeto Elas Por Elas em MG e reforçou importância da participação de mulheres em espaços de decisão

O projeto Elas por Elas, uma iniciativa da secretaria nacional de mulheres do PT, foi lançado nesta sexta-feira (8) em Contagem (MG), como parte da série de atos que antecederam o grande ato de lançamento da pré-candidatura de Lula.

 

A presidenta eleita Dilma Rousseff e a presidenta do PT, senadora Gleisi Hoffmann, participaram do ato, quando defenderam maior participação das mulheres na política.

 

“Ampliar a representação das mulheres nos espaços políticos de decisão e fortalecer também os movimentos sociais de mulheres, que tanto lutam para liberdade do presidente Lula”, disse Dilma.

 

Gleisi reforçou o caráter misógino do golpe de 2016 e apontou que o desfecho do processo poderia ter sido diferente se houvesse maior participação de mulheres no Congresso Nacional.

 

“A presidenta Dilma foi vítima de um Congresso conservador, com um número pequeno de mulheres. Por isso o enfrentamento foi tão difícil. A garantia dos recursos dos fundos Partidário e Eleitoral é importante para avançarmos em representação, mas também vai nos dar a responsabilidade de preparar as nossas companheiras”, destacou.

 

É justamente no sentido de fortalecer e efetivar candidaturas de mulheres que o Elas Por Elas foi criado. A secretária nacional de mulheres do PT, Anne Karolyne Moura, ressaltou a importância da construção coletiva para que a plataforma tenha sucesso.

 

“O projeto só vai dar certo se todas nós abraçarmos, independentemente de ser candidata ou não. E mais do que a participação de mulheres, o objetivo é que a gente tenha um resultado que perdure para as demais eleições”, acrescentou.

 

A secretária de Mulheres do PT-MG, Andrea Cangussu, relatou a experiência de quando concorreu a um cargo eletivo. Emocionada, ela lembrou dos avanços conquistados pelas mulheres ao longo dos anos.

 

“A gente precisa potencializar a candidatura de mulheres. Hoje o PT é presidido por uma mulher. E depois da liderança da presidenta Dilma, nós somos outras nesse país”, afirmou.

 

Outra liderança petista, a vice-presidenta nacional da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Carmen Foro, lembrou que o lugar da mulher mudou, e que o momento é de ocupar espaços de poder e decisão em todas as instâncias.

 

“O nosso lugar não é só pra carregar panfleto e segurar bandeira. É o de governar. O machismo ainda não acabou, nem na sociedade e nem dentro dos partidos. Por isso, nós temos que fazer a crítica e a construção coletiva cotidianamente”, completou.

 

O lançamento do Elas Por Elas em Minas Gerais contou ainda com a presença de deputadas estaduais e federais do PT, além de militantes do partido e de movimentos sociais.

---
Geisa Marques, da Comunicação Elas Por Elas Seja Companheiro, faça sua doação ao PT de Ribeirão Preto

Comentários

Ainda não há comentários nesta notícia. Seja o primeiro!