Projetos e programas

Mais Médicos

Mais Médicos

O Programa Mais Médicos (PMM) foi criado pelo governo federal de Dilma Rousseff, com apoio de estados e municípios, para melhor o atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Ele leva mais médicos para as regiões onde há escassez ou ausência desses profissionais e prevê mais investimentos para construção, reforma e ampliação de Unidades Básicas de Saúde (UBS). E também cria novas vagas de graduação e residência médica para qualificar a formação desses profissionais.

O programa busca resolver a questão emergencial do atendimento básico ao cidadão e cria ainda condições para continuar a garantir um atendimento qualificado no futuro às pessoas que acessam cotidianamente o SUS. O programa provoca melhorias na qualidade e humaniza o atendimento, com médicos criando vínculos com seus pacientes e com a comunidade.

O Mais Médicos colaborou para o fortalecimento da Atenção Básica do país, que é a porta de entrada preferencial do SUS, presente em todos os municípios. É neste tipo de atendimento que 80% dos problemas de saúde são resolvidos. Desde sua criação, o programa implantou e colocou em desenvolvimento os seus três eixos: a estratégia de contratação emergencial de médicos, a expansão do número de vagas para os cursos de medicina e residência médica em várias regiões do país, e a implantação de um novo currículo com uma formação voltada para o atendimento mais humanizado com foco na valorização da Atenção Básica e nas ações voltadas à infraestrutura das Unidades Básicas de Saúde.

O Mais Médicos já abriu mais de 18 mil vagas em mais de 4 mil municípios brasileiros, cobrindo mais de 70% das cidades brasileiras, incluindo os Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEIs). 

Os esforços do programa estão sendo empreendidos de forma a garantir a estrutura necessária para que os médicos do SUS atendam a população com o máximo de qualidade e motivação.

Apresentação Mais Médicos:


Notícias Relacionadas