Dilma ressalta a importância dos Brics para o desenvolvimento mundial

/ Por Agência Rede PT Ribeirão
Dilma ressalta a importância dos Brics para o desenvolvimento mundial

Presidenta participa da VII Cúpula dos Brics, na Rússia, e defende mais espaço para os países do bloco em organismos internacionais, como o FMI

A presidenta Dilma Rousseff declarou, nesta quinta-feira (9), que é preciso reforçar o papel dos Brics para impulsionar o desenvolvimento mundial em meio à crise financeira internacional.

Dilma lembrou que o bloco formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul responde por cerca de 40% do comércio mundial e pela intensificação dos fluxos econômicos. As declarações ocorreram durante o encontro com o Conselho Empresarial dos Brics, em Ufa, na Rússia.

“O comércio e os investimentos dos Brics são fundamentais. Para tanto, o Conselho Empresarial dos Brics também vai cumprir papel estratégico”, afirmou.

A presidenta defendeu a abertura de mais espaço para o bloco em organismos mundiais como o Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) e o Fundo Monetário Internacional (FMI).

“Os emergentes, principalmente os Brics, estou certa disso, continuarão a ser a força motriz do desenvolvimento global. Seu peso deve se refletir nas instituições de governança internacional, o que reforça a necessidade de reformulação do fundo monetário”, afirmou, ao abordar as consequências da crise internacional e o fim do super ciclo de commodities.

Na avaliação de Dilma, o Novo Banco de Desenvolvimento dos Brics terá papel importante para o desenvolvimento sustentável, sobretudo de projetos de infraestrutura, inicialmente nos países o bloco e, posteriormente, em outras nações em desenvolvimento.

Os bancos nacionais de desenvolvimento assinaram um acordo em Ufa para cooperação para promover a interação com o Novo Banco dos Brics.

Sobre a economia brasileira, Dilma destacou as medidas do governo para a recuperação econômica.

“Para estimular os investimentos, buscamos diminuir o risco regulatório e aumentar a transparência e a governança das relações entre empresas e governos”, disse.

Como exemplo, a presidenta citou o Programa de Investimento em Logística, as políticas para diminuir o risco regulatório, aumentar a transparência e a governança das relações entre empresas e governos. “E estimulamos ampla presença de países dos Brics em setores como ferrovias, rodovias, portos e aeroportos”, acrescentou.

A presidenta falou ainda sobre o lançamento do portal de negócios do bloco. O objetivo é ampliar o acesso a informações sobre negócios e comércio entre os países. “Aqui, na Cúpula da Rússia, estamos trabalhando para a simplificação de procedimentos, maior previsibilidade e harmonização de padrões técnicos”.

Entre as ações discutidas pela cúpula, estão propostas voltadas para o melhor aproveitamento de recursos hídricos, tecnologia espacial, utilização de energias renováveis, eficiência energética, desenvolvimento de parques industriais e outras relacionadas à inovação.

Educação – Dilma declarou ainda que concorda com a posição do Conselho Empresarial dos Brics sobre a importância de ampliar a cooperação entre os países no setor de educação.

“Tendo adotado como lema para meu governo ‘Brasil, Pátria Educadora’, não poderia estar mais de acordo com a cooperação entre os Brics na área de educação”.

Por Cristina Sena, da Agência PT de Notícias, com informações do Blog do Planalto

 

---
Rede PT Ribeirão
Receba nossas notícias pelo Telegram Seja Companheiro, faça sua doação ao PT de Ribeirão Preto

Comentários

Ainda não há comentários nesta notícia. Seja o primeiro!