Saiba quais são os desafios dos pré-candidatos do PT em 2016

/ Por Agência Rede PT Ribeirão
Saiba quais são os desafios dos pré-candidatos do PT em 2016

Vídeo da Fundação Perseu Abramo e da Escola Nacional de Formação do PT destaca o que os pré-candidatos do Partido terão que defender e mostrar ao eleitorado durante a campanha

O vídeo produzido pela Fundação Perseu Abramo e pela Escola Nacional de Formação do PT destaca os desafios o que os pré-candidatos do Partido dos Trabalhadores terão que enfrentar e defender e mostrar ao eleitorado durante a campanha municipal deste ano. Relatos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, enfatizam o que será necessário transmitir ao eleitorado.

 

Lula cita que o PT é a primeira grande experiência com participação dos trabalhadores, da igreja católica, do movimento social, da esquerda e de parte de intelectuais, e que o partido mostrou transparência e combate à corrupção, além de ter participação popular. “Nenhum prefeito, vereador ou governador tem que ter medo de conversar com o povo, de ouvir o povo. Se trabalha honestamente, quanto mais ouvir o povo, mais aprende”, enfatiza Lula. “O PT tem que acreditar sempre na participação popular.”

 

 

Lula lembra, ainda, de uma música de campanha petista, de 1985, que tem o seguinte trecho: “...a cidade parece pequena se comparada com um país, mas é na minha, na sua cidade, que se começa a ser feliz...”.

 

Fernando Haddad destaca que o candidato petista terá uma enorme responsabilidade, a de defender um legado. “O PT sempre governou antenado com o futuro, com importantes estatutos, como o Estatuto da Cidade, o Plano Nacional de Mobilidade Urbana, o Plano Nacional de Educação, e existem conquistas do movimento popular que precisam sair do papel”, relata Haddad. Ele acrescenta que o Partido tem um olhar diferenciado para superar o quadro de desigualdade que ainda impera no Brasil e os candidatos precisam ser agentes de transformação para permitir ao país superar o atual quadro de recessão.

 

 

No vídeo, são citados os atuais ataques da oposição, com o movimento golpista contra a presidenta Dilma Rousseff, com o processo de impeachment, e que as forças reacionárias são contra a democracia, tentando criminalizar o PT e Lula e fragilizar a economia internacional, com ódio, preconceito e violência fomentados pelos conservadores nos últimos meses, colocando a democracia brasileira em risco.

 

 

O vídeo cita ainda o neoliberalismo, com possibilidade de ataques aos direitos trabalhistas, cortes nos programas sociais, privatização da Petrobrás, arrocho salarial, repressão dos movimentos sociais e entrega das riquezas brasileiras pelos articuladores e conspiradores do golpe e de um governo ilegítimo. Também menciona as investigações parciais e seletivas contra o PT e que a campanha deste ano deve ser para combater o golpe e defender a democracia, por um projeto nacional e com justiça social e garantia da liberdade, com direitos aos trabalhadores, às mulheres e aos pobres do País. São ações que o candidato do PT terá que representar nas ruas, no debate com a sociedade, combatendo as mentiras, o ódio e os preconceitos.

 

O vídeo pode ser visto abaixo:

---
Rede PT Ribeirão
Receba nossas notícias pelo Telegram Seja Companheiro, faça sua doação ao PT de Ribeirão Preto

Comentários

Ainda não há comentários nesta notícia. Seja o primeiro!