Gilmar Mendes: prisão de Lula só ocorreu porque Lava Jato destruiu sistema político _+_+_Vídeo das hienas é cortina de fumaça para esconder Queiroz, diz Marco Aurélio

O ministro do STF Gilmar Mendes critica as arbitrariedades da Lava Jato e considera que a destruição do sistema político, causado pela Operação, viabilizou a prisão do ex-presidente Lula. “Deu-se poder para gente muito chinfrim, mequetrefe”, dispara o ministro

Gilmar Mendes (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
247 – O ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes critica as arbitrariedades da Lava Jato e considera que a destruição do sistema político, causado pela Operação, viabilizou a prisão do ex-presidente Lula, que encontra-se preso político desde abril de 2018. “Deu-se poder para gente muito chinfrim, mequetrefe”, dispara o ministro. Ele também condenou o que chamou de “um conúbio espúrio entre a imprensa e a Lava Jato”. 

Mendes condedeu entrevista aos jornalistas Carla Gimenez e Regiane Oliveira, divulgada no site do El País nesta terça-feira (29). 
“Eu acho que a prisão do Lula só é viável num contexto de total destruição político, e é isso que a Lava Jato conseguiu. Nada foi mais delirante que aquele episódio do Joesley [Batista], onde o [procurador Rodrigo] Janot chega a dizer que iria investigar ministros do Supremo. O STF permaneceu intacto, mas o sistema num todo foi levado de roldão. O STJ foi levado de roldão. De fato, se deu poder para gente muito chinfrim, muito ruim, mequetrefe do ponto de vista moral e do ponto de vista intelectual. Foi essa a combinação que produziu a mídia e esse empoderamento [do MPF], declarou Mendes. 

Ele também considera que existe um “lavajatismo da imprensa”. “Eu acabei de dar uma entrevista à Rede Globo e eles me perguntaram: “O senhor não acha que causou esses ataques que sofreu na rua?”. Eu disse não, não fui eu que causei, vocês causaram. Vocês são os autores. Eu dialogo com a Globo desde o ano passado. Disse até, em tom de brincadeira, ao Ali Kamel: “Se minha mulher ficar viúva, é capaz que ela mova uma ação contra vocês, porque vocês estão causando isto”, disse.

_____________+++++++++++__________

Vídeo das hienas é cortina de fumaça para esconder Queiroz, diz Marco Aurélio

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou nesta terça-feira (29) que o vídeo do leão atacado por hienas publicado ontem (29) no Twitter do presidente Jair Bolsonaro (PSL) pode ser entendido como uma “cortina de fumaça” para desviar o foco das revelações dos áudios do ex-assessor Fabricio Queiroz, que é investigado por recolher dinheiro de funcionários do gabinete de Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), a chamada ‘rachadinha’.
“Nesses tempos estranhos, tudo é possível, até mesmo essa cortina de fumaça. Tática rasteira no que enxovalha a instituição básica da República, guarda da Constituição, o Supremo. O exemplo, especialmente para o cidadão leigo, vem de cima. É deplorável. Aonde vamos parar? O Brasil precisa estar focado em coisas boas, construtivas, positivas, visando o bem estar de todos e não em futricas rasteiras”, disse Marco Aurélio.

“Eu creio que nada surge sem uma causa. Qual seria a causa? Qual é o descontentamento com o Supremo? Eu não acredito que haja descontentamento com o Supremo, as decisões do Supremo são para ser cumpridas. Agora, é uma coincidência muito grande que esse foco surja justamente numa hora em que aparecem essas coisas envolvendo o assessor Queiroz”, completou o ministro em entrevista à rádio CBN.
Em viagem pela Ásia, Bolsonaro pediu desculpas ao STF pelo vídeo e prometeu que “haverá retratação”.

“Me desculpo publicamente ao STF, a quem por ventura ficou ofendido. Foi uma injustiça, sim, corrigimos e vamos publicar uma matéria que leva para esse lado das desculpas. Erramos e haverá retratação”, disse o presidente.

Se você ainda não assistiu ao vídeo, confira a seguir:
O vídeo do leão e das hienas é a cereja do bolo do promovido pela milícia bolsonariana.
Carluxo pode ter apagado, mas a gente salvou a peça.
Um ataque frontal às instituições políticas brasileiras, que deve ser processado e punido.

1.501 pessoas estão falando sobre isso

Com informações do O Globo.

#1AnodeDesgraca desbanca comemoração dos robôs bolsonaristas

Neste 28 de outubro completa um ano desde a vitória de Jair Bolsonaro (PSL) sobre Fernando Haddad (PT) no segundo turno da eleição presidencial de 2018.

A data está sendo comentada no Twitter com duas tags: #1AnoDaVitoria levantada pelos robôs bolsonaristas, que vem sendo superada por #1AnodeDesgraca. Confira algumas postagens:
E já faz um ano que elegerem esse energúmeno como presidente.#1anodedesgraça pic.twitter.com/VnrLWekA8J
— Luis Capelletti 🚩🚩 (@gu_capelletti) October 28, 2019
Parabéns brasigados!!
Hoje completa um ano de vergonha mundial, de conversas diplomáticas estremecidas, da gestão da familícia que faz política pensando que tá no almoço de domingo: com mta baixaria, falso moralismo, DEDO NO CU E GRITARIA!
Meu forte é a rima!
Ver imagem no Twitter

270 pessoas estão falando sobre isso

#1AnodeDesgraca desbanca comemoração dos robôs bolsonaristas

Neste 28 de outubro completa um ano desde a vitória de Jair Bolsonaro (PSL) sobre Fernando Haddad (PT) no segundo turno da eleição presidencial de…