-->

Comunidades Geraizeiras conquistam reconhecimento como comunidades tradicionais

Em meio à ampla diversidade das formas de vida em comunidades tradicionais no Brasil, núcleos de comunidades Geraizeiras, característica da região do cerrado do Norte de Minas Gerais, foram contemplados na tarde desta segunda-feira (17) com a “Certidão de Autodefinição”, cedido pela Comissão Estadual para o Desenvolvimento Sustentável de Povos e Comunidades Tradicionais de Minas

Pressão pró-desmatamento e barganhas políticas comprometem metas brasileiras de emissão de gás carbônico. Entrevista especial com Raoni Rajão

Por Patricia Fachin, no IHU Apesar de a política brasileira de combate ao desmatamento ter sido aprimorada nos últimos anos, um estudo recente realizado por pesquisadores da Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ, da Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG e da Universidade de Brasília – UnB demonstra que as barganhas concedidas

Um grito das mulheres Kaiowá e Guarani contra os colonialismos de dominação da terra, dos saberes e do corpo

Em carta após assembleia, que aconteceu de 10 e 14 de julho na Reserva Indígena de Amambai (MS), mulheres repudiam as violências do Estado nas mais diversas esferas de poder Por Guilherme Cavalli, no Cimi O vozear de protesto é uníssono. Denuncia as políticas governamentais anti-indígenas que por diversas formas de dominação mantêm administrações coloniais. São

Números comprovam a falência da intervenção federal militar no Rio

Por Mário Augusto Jakobskind, no Brasil de Fato A intervenção federal militar no Rio de Janeiro só fez aumentar os homicídios decorrentes de ações policiais. Mais do que palavras, vale apresentar os números de junho. Em relação ao ano passado, o mês de junho de 2018, segundo dados oficiais, teve um aumento de 59,8% e ainda

Decisão judicial faz avançar reconhecimento territorial quilombola em Rondônia

A Comunidade Quilombola do Forte Príncipe da Beira acolheu com entusiasmo a decisão do Juiz Federal Marcelo Elias Vieira, da 2ª Vara Federal de Ji-Paraná/RO, que ordenou ao Exército Brasileiro que permita o acesso do INCRA para realizar o estudo antropológico (RTID) previsto na demarcação dos territórios quilombolas, segundo o Decreto 4887/2003, que regulamenta os

ES – Mutirão de comunidade quilombola vai recuperar solo explorado pela Aracruz Celulose

Por Jussara Baptista, Século Diário Entre os dias 20 a 22 deste mês, próximo final de semana, a comunidade quilombola Sapê do Norte, localizado entre os municípios de São Mateus e Conceição da Barra, será palco de um grande mutirão. O objetivo do evento será recuperar o solo drasticamente danificado pelo cultivo indiscriminado de eucalipto

Justiça impede ICMBio de alterar floresta no Pará sem estudos técnicos

Alterações na flona do Jamanxim também terão que ser apresentadas em audiências públicas Ministério Público Federal no Pará A Justiça Federal impediu o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) de mudar os limites da Floresta Nacional (Flona) do Jamanxim, em Novo Progresso, no sudoeste do Pará, sem estudos técnicos. Assinada no último dia

Na luta pela terra: Sujeito social, Classe e Ideologia do Trabalho. Por Gilvander Moreira[1]

O que se compreende por ‘sujeito social’, ‘classe’ e ‘ideologia do trabalho’? Em uma pesquisa de doutorado sobre a Luta pela Terra enquanto Pedagogia de Emancipação Humana buscamos deixar claro, entre muitos conceitos, qual o conceito de ‘sujeito social’, de ‘classe’, de ‘ideologia do trabalho’ como meio para se enriquecer. Em diálogo com Roseli Caldart,

No Pará, agricultores familiares pressionam Incra a cumprir acordo de desapropriação

Trabalhadores bloquearam BR-155, no interior do estado, também para protestar contra descaso do governo Temer em relação à reforma agrária por Redação RBA Cerca de 500 famílias de trabalhadores da agricultura familiar interditaram, nessa segunda-feira (16), a rodovia BR-155, que liga as cidades de Redenção a Pau D ‘Arco, no interior do Pará. Segundo os líderes

MPF: União tem 30 dias para destinar recursos ao Incra para regularizar terras quilombolas no Espírito Santo

Comunidades estão localizadas em São Mateus e Conceição da Barra, norte do estado Ministério Público Federal no Espírito Santo O Ministério Público Federal (MPF) no Espírito Santo (ES) obteve decisão na Justiça, em tutela de urgência, para que a União, no prazo de 30 dias, reforce o orçamento do Instituto Nacional de Colonização e Reforma