-->

Como falar a verdade diante do poder (por Franklin Cunha)

Franklin Cunha (*) Edward Said (1935-2003), num texto de 2002, aborda o difícil tema do profissionalismo, das especializações e a forma de como os intelectuais enfrentam a questão do poder e da autoridade. Começa contando um episódio que, ao iniciar a …

População continua sem médicos após saída de cubanos

A vacância de 30% do total de vagas do Mais Médicos revela que a descontinuidade do programa foi a atitude política mais desastrosa que o futuro presidente Jair Bolsonaro protagonizou antes de assumir o governo. Ao contrário do que ele prometeu, muitas comunidades que ficaram sem atendimento após a saída dos profissionais cubanos continuam sem …

O post População continua sem médicos após saída de cubanos apareceu primeiro em PT na Câmara.

E AGORA BOLSONARO? Médicos brasileiros desistem de trabalho no interior do Pará; SAIBA!

Localizada às margens do rio Tocantins, a cidade de Cametá, no Pará, com 120 mil habitantes, viu na última semana cinco de 20 médicos deixarem o atendimento nas unidades de saúde. A saída ocorreu após o fim da participação de Cuba no Mais Médicos. Poucos dias depois, recebeu cinco inscrições de profissionais dispostos a ocupar […]

Muitos brasileiros não compreendem perspectiva de solidariedade dos médicos cubanos, diz supervisora do Mais Médicos. Por Daniella Franco

A médica Sarah Segalla é supervisora acadêmica em áreas de difícil acesso do programa Mais Médicos no Estado do Amazonas. Ela conversou com a RFI nesta segunda-feira (26) sobre como o atendimento nestas regiões será prejudicado com o fim da parceria entre Brasil e Cuba e expressou sua indignação com a falta de valorização destes […]

Mandetta e Bolsonaro: Diagnóstico de “orelhada”, terapia do “chute”. Por Fernando Brito

Publicado originalmente no Tijolaço POR FERNANDO BRITO, jornalista O cidadão que responderá pelo Ministério da Saúde, Luiz Mandetta, disse ontem que apoiava a realização de um exame de suficiência para que médicos recém-formados pudessem clinicar, nos moldes do Exame da Ordem dos Advogados. Os fundamentos da ideia? Ele “acha” que a formação médica brasileira é […]

Bolsonaro contraria ministro sobre revalida para brasileiros e compara à OAB: “não dá pra formar boys de luxo”

Em entrevista no jornal O Globo deste domingo (25), Mandetta alegou que, “no mundo inteiro”, depois do término da escola, o médico volta em cinco anos para uma recertificação. “No Brasil, não existe nada. Vale o seguinte: “Toma o diploma e vá ao mundo”

A notícia Bolsonaro contraria ministro sobre revalida para brasileiros e compara à OAB: “não dá pra formar boys de luxo” apareceu primeiro emRevista Fórum.