-->

Lições da greve dos caminhoneiros para o jornalismo local

As dificuldades impostas ao trabalho jornalístico, principalmente pelos recursos mais limitados das redações do interior, muito se dão pela menor quantidade de pessoal e de equipamentos disponíveis para as equipes. É notório que quem faz jornalismo no interior do Brasil o faz com muita garra, principalmente pela concorrência com novos canais de comunicação surgidos pelos […]

O post Lições da greve dos caminhoneiros para o jornalismo local apareceu primeiro em Observatório da Imprensa.

Congresso vai rejeitar novas leis do trânsito de Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) entrou na contramão do senso comum e poderá ser atropelado pelo Congresso Nacional acerca das novas leis de trânsito. Câmara e Senado, por meio de seus

Vai parar: trabalhadores em transportes vão participar da greve geral de 14 de junho

São Paulo – Reunidas na capital paulista nesta terça-feira (4), entidades que representam trabalhadores e…

O post Vai parar: trabalhadores em transportes vão participar da greve geral de 14 de junho apareceu primeiro em Rede Brasil Atual.

Pelo fim das greves, Bolsonaro oferece fim do exame toxicológico aos caminhoneiros

Presidente ainda dissimilou ao não colocar a proposta de maneira explícita no projeto entregue pessoalmente a Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados.

O post Pelo fim das greves, Bolsonaro oferece fim do exame toxicológico aos caminhoneiros apareceu primeiro em Blog da Cidadania.

Globo não consegue emplacar bolsonarismo sem Bolsonaro

Bateu na trave o projeto da Globo de implantar o bolsonarismo sem o presidente Jair Bolsonaro (PSL), qual seja, a agenda liberal “pura” de privatizações, reforma da previdência, preços flutuantes dos combustíveis, salários baixos, desemprego. O bolsonarismo persiste e ainda é uma ameaça à democracia e às conquistas sociais, porém, o projeto de lesa-pátria tende a continuar sendo implantado pelo próprio Bolsonaro. A

Bolsonaro admite a caminhoneiros que pode ser cassado

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) admitiu pela primeira nesta sexta-feira (31) vez que poderá ser cassado. A declaração foi dada durante almoço com caminhoneiros numa churrascaria de Anápolis (GO). “Estou comendo o pão que o diabo