-->

A agro-política de Tereza Cristina

Deputada Federal indicada para o Ministério da Agricultura de Bolsonaro possui histórico na articulação de políticas anti-indígenas, contra quilombolas e prejudiciais ao meio ambiente  Por Fábio Zuker e Andreza Davidian, especial para a Amazônia Real  Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias é engenheira agrônoma formada pela Universidade Federal de Viçosa (MG). Neta e bisneta de

Pesquisa aponta contaminação humana e ambiental em Campos Elíseos

No Portal ENSP A contaminação humana e ambiental em Campos Elíseos, no município de Duque de Caxias – Rio de Janeiro, foi o tema discutido no último ‘Encontros do Cesteh’. Na atividade foram apresentados os resultados do estudo que analisou a contaminação na região. Coordenado pelo pesquisador do Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia

Endurecimento penal: “Podemos regredir em 150 anos na área da segurança pública”

Por Ana Pompeu, da revista Consultor Jurídico Com 730 mil presos, o Brasil tem a terceira maior população carcerária do mundo, segundo o Conselho Nacional de Justiça. Em 2016, registrou 60 mil homicídios, segundo a ONG Fórum Nacional de Segurança Pública, uma das maiores taxas do mundo, comparável a zonas de guerra. E o presidente eleito, Jair

Contra “Escola sem Partido”, Flávio Dino decreta “Escola com liberdade e sem censura” no Maranhão

“Falar em ‘Escola sem Partido’ tem servido para encobrir propósitos autoritários incompatíveis com a nossa Constituição e com uma educação digna”, afirmou o governador Por Redação Revista Fórum O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), assinou decreto na manhã desta segunda-feira (12) garantindo “Escolas com Liberdade e Sem Censura” no estado, nos termos do artigo 206

Chacinas no Pará: ‘Hoje, é normal andar pela cidade e ver corpos pelo chão’, diz promotor que investiga assassinatos em Belém

Leandro Machado, da BBC News Brasil Capital do Pará, a cidade de Belém enfrenta uma guerra entre facções criminosas e milícias comandadas por policiais e ex-agentes de segurança cujo resultado são chacinas e mortes em série. A afirmação é do promotor militar Armando Brasil, responsável do Ministério Público por investigar má conduta de policiais militares

Agência de Inteligência Corporativa paga danos substanciais em processo de espionagem contra ativistas anti-amianto

A K2 intelligence limited concordou em pagar danos substanciais a cinco militantes proeminentes contra o amianto Em Leigh Day* A K2 intelligence limited concordou em pagar danos substanciais a cinco ativistas proeminentes contra o amianto; Laurie Kazan-Allen; Rory O’Neill; Krishnendu Mukherjee; Sugio Furuya e Harminder Bains em um caso contra K2 baseada em Mayfair, seu diretor

Comunidades quilombolas aguardam regularização de suas terras

Segundo dados do Incra são cerca de 6 mil comunidades no país e apenas 116 foram tituladas Ana Carolina Caldas, Brasil de Fato Desde a promulgação da Constituição Federal, em 1988, é assegurado aos quilombolas o direito à terra. As comunidades formadas e nas quais hoje moram descendentes de pessoas escravizadas têm direito à titulação de suas propriedades. Atualmente são 38 comunidades

Reconhecidos territórios de duas comunidades quilombolas mineiras

No Incra/MG O Incra reconheceu, por meio de portarias publicadas no Diário Oficial da União, o território das comunidades quilombolas Lagoa Grande e Marobá dos Teixeira, ambas localizadas no Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais. A primeira portaria, assinada pelo presidente da autarquia, foi publicada dia 26 de setembro e a segunda em 23 de outubro. 

Escola Sem Partido: Prenúncio do fim das liberdades individuais?

Por Zacarias Gama*, no Justificando O debate em torno do Projeto de Lei Nº 867, de 2015, de autoria do parlamentar Izalci Lucas (PSDB-DF), que altera substantivamente os artigos 2º e 3º da Lei de Diretrizes e Bases (Lei 9394, de 20 de dezembro de 1996), é acalorado, intenso e profundo, mas ainda restrito aos

Uma pastoral de risco

Pedro Calvi, CDHM Há 30 anos era criada na Paraíba, a Comissão Pastoral da Terra Nordeste 2. Hoje, no mesmo estado, essa CPT contabiliza 320 assentamentos da reforma agrária onde vivem 17 mil famílias, num total de 98 mil pessoas. Mas, nesse caminho, mulheres e homens trabalhadores rurais foram vítimas de violência, despejos e até