-->

Damares fala em 12 anos de governo Bolsonaro

A ministra Damares Alves também deu suas declarações efusivas neste sábado (12) durante a conferência Cpac, organizada por movimentos conservadores. Damares disse que Jair Bolsonaro chegou à Presidência por vontade de Tupã, deus tupi-guarani e disse que ele tem que ficar 12 anos no poder. No mesmo evento, o ministro Ernesto Araújo disse que o Brasil é vítima do “climatismo” e que Voltaire queria lacrar.

“As pessoas me perguntam, ‘mas Damares, já estão falando em reeleição?’ Sim, estamos precisando de pelo menos 12 anos para cuidar do Brasil”, declarou a ministra durante o evento, segundo Fábio Zanini e Patrícia Campos Mello, da Folha.

A fixação com os 12 anos também aparece em outro momento, em que ela diz que “a esquerda precisa aceitar isso, porque aceitar dói menos”. “É a alternância do poder, eles estavam no poder, agora somos nós, nos deixem trabalhar por favor. Se a gente não der certo tirem a gente do poder. Mas vai dar tão certo, que vamos ficar 4, 8, 12 anos”, declarou.

Ainda falando sobre crianças, Damares falou que Tupã decidiu colocar Bolsonaro na presidência. “Tupã ouviu o clamor dos curumins e disse chega! Tupã fez presidente da República um homem que respeita curumim”. declarou a ministra que é acusada de ter sequestrado uma criança indígena.

Sem maconha

No mesmo discurso, Damares comentou que nenhum jovem ainda lhe havia oferecido maconha. “Estou há 24 horas com esse público jovem e ninguém ainda me ofereceu um cigarro de maconha e nenhuma menina introduziu um crucifixo na vagina”, disse.

Deixe um comentário

Receba nossas notícias pelo Telegram

Seja Companheiro, faça sua doação ao PT de Ribeirão Preto