-->

Parlamentares do PT se solidarizam com deputada do PSL ameaçada de morte por ministro do Turismo

A bancada de deputadas federais do PT na Câmara divulga nota em solidariedade à deputada federal do PSL de Minas Gerais Alê Silva, que foi ameaçada de morte pelo presidente do PSL mineiro, o atual ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio. As parlamentares petistas solicitam “que os fatos sejam apurados e, após a confirmação, os envolvidos sejam devidamente punidos”.

Veja a nota na íntegra:

 

Nota de Apoio e Solidariedade 

Nós, Deputadas Federais do Partido dos Trabalhadores e das Trabalhadoras, tendo em vista as notícias veiculadas na imprensa no último sábado (13), de que a deputada federal Alê Silva – PSL foi ameaçada de morte pelo Presidente da legenda em Minas Gerais e atual Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, vimos a público manifestar solidariedade à colega de parlamento.

Em que pesem nossas divergências políticas com o partido que a deputada Alê Silva representa, rechaçamos todo tipo de violência contra as mulheres e consideramos a violência política e o machismo são as ferramentas que mais impedem que nós mulheres alcancemos os espaços de poder e decisão.

Há pouco mais de um ano vimos a vereadora Marielle Franco ser assassinada no exercício da sua função e não podemos admitir que uma mulher, independentemente da coloração partidária, eleita pelo povo para representa-lo, seja ameaçada ou perca sua vida por exercer seu trabalho.

As promessas de morte e de “acabar com a carreira política” mostram faces da violência que as mulheres sofrem ao tentar ingressar nos espaços de poder e decisão e não recuaremos de continuar defendendo a autonomia, empoderamento e representação política das mulheres nos parlamentos.

Milhares de mulheres deixam de denunciar seus agressores porque não conseguem provas materiais, em especial quando elas são feitas por “interlocutores”; ou porque seu agressor ameaça divulgar fatos “difamatórios” na tentativa de desacreditar a vítima. Nós que combatemos a violência e lidamos todos os dias com esse assunto conhecemos o funcionamento da rede de ameaças às mulheres. Por isso, esperamos que a Polícia Federal dê prosseguimento às investigações e que apure, com imparcialidade e sem receio de retaliações, essa denúncia gravíssima.

Quando uma parlamentar é ameaçada, todas as parlamentares e as mulheres que se interessam por política são ameaçadas também. Por isso, solicitamos que os fatos sejam apurados e, após a confirmação, os envolvidos sejam devidamente punidos. Aguardamos ainda que esta Câmara dos Deputados possa acompanhar de perto o caso e oferecer a proteção que a deputada solicita, pois somente assim mostraremos nosso compromisso no combate à violência contra a mulher e o respeito que as mulheres brasileiras têm direito.

 

Brasília, 15 de abril de 2019

 

Subscrevem as deputadas federais:

 

Benedita da Silva – PT/RJ

Erika Kokay – PT/DF

Gleisi Hoffmann – PT/PR

Luizianne Lins – PT/CE

Margarida Salomão – PT/MG

Maria do Rosário – PT/RS

Marília Arraes – PT/PE

Natália Bonavides – PT/RN

Professora Rosa Neide – PT/MT

Rejane Dias – PT /PI

O post Parlamentares do PT se solidarizam com deputada do PSL ameaçada de morte por ministro do Turismo apareceu primeiro em PT na Câmara.

Deixe um comentário

Receba nossas notícias pelo Telegram

Seja Companheiro, faça sua doação ao PT de Ribeirão Preto