-->

PE: Bolsonaristas atacam professores na UPE, é preciso expulsar a extrema-direita das universidades

Da redação – Uma nova tentativa de intimidação dos professores e estudantes foi realizada nesta quinta-feira (08), na Universidade de Pernambuco (UPE).

Uma carta anônima, intitulada “A doutrinação vai acabar”, foi divulgada pela universidade e nas redes sociais. Nela, fascistas listam nomes de professores e pesquisadores da instituição, acusando tanto a eles como a estudantes de “doutrinadores”, “comunistas” e “gayzistas”.

Além disso, a mensagem prega a perseguição de cursos como História e Pedagogia. Defende também o projeto de perseguição política a professores conhecido como Escola Sem Partido, e também o torturador da ditadura militar, Carlos Alberto Brilhante Ustra.

Obviamente, trata-se de fascistas apoiadores de Jair Bolsonaro. E isso é confirmado no final da carta, no qual os autores se declararam “soldados do Mito”.

Os professores e estudantes universitários, bem como de todas as instituições de ensino, devem se organizar para expulsar a extrema-direita desses locais, uma vez que ela quer não somente calar, mas também esmagar os professores e qualquer possibilidade de resistência contra o golpe.

Diante disso, a corrente sindical Educadores em Luta, do PCO, criou uma rede de solidariedade para todos os professores do Brasil, que podem ligar para (11)97244-6304. Trata-se de uma central de denúncias na qual os professores e sindicalistas se aglutinarão para defender todas as vítimas de perseguição nas instituições de ensino.

O post PE: Bolsonaristas atacam professores na UPE, é preciso expulsar a extrema-direita das universidades apareceu primeiro em Diário Causa Operária.

Deixe um comentário

Receba nossas notícias pelo Telegram

Seja Companheiro, faça sua doação ao PT de Ribeirão Preto