Artigos

José Dirceu

José Dirceu de Oliveira e Silva (Passa Quatro, 16 de março de 1946). Após a fundação do Partido dos Trabalhadores, José Dirceu passou a ser um militante do partido em tempo integral e na primeira candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva, a um cargo público, ao governo de São Paulo, em 1982, assumiu a secretaria de formação política do Partido dos Trabalhadores. Ocupou cargos de relevância na estrutura partidária, como secretário-geral do Diretório Nacional do partido, e presidente por quatro vezes, de 1997 a 2001. Em 1986, foi eleito deputado estadual, e em 1990, deputado federal por São Paulo. Em 1994, candidatou-se ao governo de São Paulo, ficando em terceiro lugar com 14,86% dos votos válidos e, em 1998 e 2002, foi eleito mais uma vez deputado federal por São Paulo. Com a vitória do Partido dos Trabalhadores, foi nomeado, em 2003, Ministro de Estado Chefe da Casa Civil da Presidência da República, licenciando-se do cargo de deputado federal. Esse cargo deu a José Dirceu o principal posto da coordenação política do governo, sendo tratado frequentemente pela imprensa como o verdadeiro homem forte da administração federal, a quem caberiam as decisões, como um super-ministro e "primeiro ministro", fortalecendo seu nome para uma possível candidatura à presidência da República para suceder ao segundo mandato de Luiz Inácio Lula da Silva, reeleito em 2006.